Obras de pavimentação asfáltica do acesso a Eugênio de Castro estão em fase de topografia e marcação

0
140

Prazo contratual para a conclusão da obra é de 18 meses

Iniciadas há aproximadamente dez dias, as obras para a pavimentação asfáltica do trecho de 22,5 quilômetros da ERS-551 que liga o município de Eugênio de Castro à BR-285 estão em fase de topografia e marcação, como informou o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). A empreiteira responsável pela execução da obra, a Construtora Pelotense, tem, conforme o contrato, o prazo de 18 meses para concluir o serviço.

INÍCIO DAS OBRAS
Conforme o fiscal da obra, engenheiro da 14ª Superintendência Regional do Daer, de Santa Rosa, Gilberto Ganzer, o trabalho já se iniciou há aproximadamente uma semana.

“Desde a última semana de agosto já está sendo realizado o trabalho de topografia, marcação e locação de eixo, entre outros da etapa inicial. Depois desta fase, que pode demorar de 15 a 30 dias, conforme for o andamento deste serviço, a estrada vai sendo liberada para a entrada do maquinário, para se iniciar efetivamente o trabalho de corte e terraplenagem”, explicou o fiscal do Daer.

EXPECTATIVA DE CONCLUSÃO
Mesmo considerando o prazo curto, o proprietário da Construtora Pelotense, Luís Roberto Ponte, acredita que a pavimentação asfáltica deverá ser concluída dentro do prazo. “O prazo é curto, mas assumimos a proposta e a expectativa é de concluir a obra dentro do prazo, desde que não haja chuvas em demasia e nem atraso de verbas por parte do Daer”, explicou Ponte.
Luís Roberto Ponte esclareceu, ainda, que a compra das pedras para a pavimentação deveria ser feita em uma pedreira que, à época, venceu a licitação. Entretanto, a pedreira autorizada pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) decretou falência.

“As pedreiras devem ter autorização do DNPM para a retirada das pedras em área indicada. Como houve este problema, acertamos verbalmente com o Daer para usarmos o material oriundo de outras pedreiras. Porém, ainda alta a assinatura”, menciona Ponte, assegurando que o fato não deverá comprometer o andamento das obras.

Ao todo, entre 80 e cem profissionais trabalharão na obra, dependendo do andamento de cada etapa do cronograma.

ORDEM DE SERVIÇO
Em cerimônia realizada no dia 25 de julho, no CTG Ronda do Rio Grande, em Eugênio de Castro, na presença do supervisor da Construtora Pelotense, Marco Antonio Marmitt, do secretário estadual de Infraestrutura e Logística, João Victor Domingues, do secretário adjunto de Planejamento do Estado, João Fioravanti, dos coordenadores do Programa de Participação Popular e Cidadã na região, Jairo Ferreira e Hed Vilson Pires, do então prefeito de Eugênio de Castro Horst Daltro Steglich, do então vice Fernando Machado e do prefeito de Entre-Ijuís, José Paulo Meneghine, entre outras autoridades, foi anunciada a futura assinatura da ordem de serviço que previa o asfaltamento de 22,5 quilômetros entre a sede de Eugênio de Castro e a BR-285.

Porém, conforme informou Luís Roberto Ponte, a ordem de serviço foi assinada efetivamente no dia 1º de setembro e prevê um total de R$ 20 milhões em investimentos provenientes de financiamentos do BNDES e do Banco Mundial, por meio do governo do Estado.