Operação IPVA, da Receita Estadual, inspeciona mais de mil veículos em três horas em Santo Ângelo

0
120

Ação ocorreu na manhã da quinta-feira, na Avenida Sagrada Família

Em ação denominada Operação IPVA, a Receita Estadual, auxiliada pela Brigada Militar (BM) e Departamento Municipal de Trânsito (DMT), realizou, na manhã de quinta-feira (25), uma blitz na Avenida Sagrada Família, com o objetivo de fiscalizar o trânsito de mercadorias e identificar possíveis irregularidades no pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

A operação contou com a presença do supervisor da Unidade Volante de Mercadorias em Trânsito, o auditor fiscal da 9ª Delegacia da Receita Estadual (DRE), Roque Turra, e de cinco técnicos tributários da Receita Estadual, além de policiais e agentes de trânsito. O supervisor Roque Turra explicou que a ação faz parte do cronograma da Receita Estadual. “É uma operação corriqueira, de rotina, que consiste em identificar irregularidades relativas ao não pagamento do IPVA e fiscalizar mercadorias em trânsito”, disse Turra.

1.014 VEÍCULOS VISTORIADOS
Segundo Turra, a operação, que durou aproximadamente três horas, inspecionou 1.014 veículos, sendo que, destes, seis foram recolhidos ao pátio de recolhimento de veículos credenciado ao Detran. Os veículos retidos apresentaram irregularidades na documentação. “É necessário esclarecer que o recolhimento não é proposição da Receita. Quando é detectada alguma irregularidade, o procedimento fica a cargo da Brigada Militar, que nos auxilia e tem a atribuição para este procedimento”, salientou.

O supervisor destacou ainda que a operação tem caráter mais educativo do que arrecadatório. “Essa operação é muito mais educativa, no sentido de fazer com que os condutores mantenham a documentação em dia, do que para arrecadar”, frisou Turra.

VEÍCULOS EM CIRCULAÇÃO
De acordo com dados do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS), Santo Ângelo possui uma frota de 42.096 veículos em circulação, sendo 60% isentos, enquanto no Estado 31% não pagam IPVA. Na cidade, são 25.245 automóveis; 9.076 motocicletas, motonetas e ciclomotores; 1.660 caminhões; 1.197 reboques; 204 ônibus e micro-ônibus, 4.682 utilitários; dez tratores e 22 veículos que não se enquadram nessas categorias.