Parentes de Cerro Largo na expectativa pela escolha de dom Odilo Scherer como sucessor de Bento XVI

0
91

Moradores da Linha São Francisco, onde nasceu o cardeal, acompanharão a escolha do novo papa

A grande cotação de dom Odilo Pedro Scherer se tornar papa, por ocasião do Conclave que começa hoje (12) no Vaticano, mudou a rotina dos tios que residem na Linha São Francisco, interior de Cerro Largo, local onde o religioso nasceu.

O domingo (10) chuvoso não impediu que os tios maternos, Olania Steffens Konzen, de 85 anos, Leanda Steffens Pack, de 77 anos e José Roque Steffens, de 75 anos, se reunissem e recordassem os bons momentos vividos com o sobrinho.

Em meio a uma roda de chimarrão, os três remexeram álbuns de fotografias da família e relembraram o convívio com a irmã Vilma Francisca Steffens Scherer (mãe de dom Odilo, já falecida), na Linha São Francisco, distante 13 km da cidade de Cerro Largo.

A tia Olania, mais contida, conta com orgulho que deu o primeiro banho no sobrinho recém-nascido.

Já a tia mais coruja e comunicativa Leanda, para não ficar para trás, fez questão de dizer que ajudava a cuidar do então bebê. “Eu dei as primeiras baldas ao Odilo, pois sempre estava no meu colo e gostava de cantar em alemão para ele dormir”, conta Leanda.

O tio José Roque Sttefenz, lembrou o ano de 1951, quando os pais de dom Odilo, Edwino e Vilma Sttefens Scherer, deixaram a Linha São Francisco. “Eles foram embora, como retirantes em busca de mais terra para sustentar a família”, afirmou.

A tia Leanda, a mais comunicativa e empolgada com a possibilidade do sobrinho se tornar chefe da Igreja Católica, relata que a família Scherer levou, na carroceria de um caminhão, cinco galinhas, três porcos, feijão, arroz, farinha e melado.

VIAGEM
A viagem de Cerro Largo até Toledo no Paraná durou duas semanas. Dom Odilo Pedro Scherer é o 7º filho do casal, de um total de 13 irmãos, sendo nove homens e quatro mulheres, sendo duas já falecidas.

Os tios rezam todos os dias para que dom Odilo venha ser escolhido Papa.

Uma foto do religioso foi erguida junto a um pequeno altar localizado em uma área externa da casa de José Roque Steffens.

Todos afirmam estar orgulhosos e com fé de que as orações irão iluminar os demais cardeais para eleger o sobrinho dom Odilo, o sucessor de Bento XVI.

A última vez que eles viram o sobrinho foi em julho de 2011, quando o religioso visitou o local onde nasceu em 21 de setembro de 1949. Os mil moradores de Linha São Francisco fizeram, na ocasião, uma festa para receber o filho ilustre.

Durante dois dias, dom Odilo Scherer visitou familiares, amigos e rezou missa na igreja da comunidade e participou de um almoço.