Polícia Civil faz exumação do corpo de menino que teve morte suspeita

0
104

É investigada a possibilidade de uma agressão numa escola ter sido a causa do óbito

A Polícia Civil realizou na tarde de terça-feira (23), no cemitério Padre Roque Gonzales, em Santo Ângelo, a exumação do corpo de David Daniel Pereira, sete anos, de Cerro Largo, para exame de necropsia no Departamento Médico Legal (DML). O ato foi acompanhado pelo pai da criança, Valdomiro Batista.

INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA

David morreu na madrugada do dia 14 de abril, após ficar internado no Hospital Santo Ângelo (HSA) durante três dias. Durante este período, o menino esteve hospitalizado na UTI e a causa de seu óbito foi atestada como insuficiência respiratória.

No entanto, comentários nas redes sociais e na comunidade de Cerro Largo levaram a Polícia Civil a abrir inquérito para investigar a suspeita de que uma agressão sofrida pelo garoto na escola teria ocasionado a morte.

Em depoimento aos investigadores, a mãe Vera Cristina Machado Pereira afirmou que no dia 9 de abril o seu filho chegou em casa comentando que havia sido agredido com um coice por um colega e reclamava de dores na região da barriga. Ela não havia encontrado nenhum hematoma pelo corpo.

No dia seguinte, levou o menino ao Posto de Saúde e depois ao hospital em Cerro Largo. De lá, teria sido encaminhado a Santo Ângelo, onde veio a óbito. Não foi possível contatar com a direção técnica do HSA.

O DML tem 30 dias para apresentar o resultado do exame.