Polícia Civil faz remanejo e setores de investigação ganham mais policiais

0
89

Mudanças visam aumentar o combate ao tráfico de drogas e crimes envolvendo quadrilhas

Desde a última semana, a Polícia Civil está passando por uma reestruturação nos Setores de Investigação, atingindo a Delegacia de Polícia (DP) e Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Santo Ângelo.

Diante disso, houve um remanejamento de vários policiais civis que atuavam nessas DPs, bem como, na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA).

O Setor de Investigação da DPCA aumentou de quatro para seis policiais. A equipe de investigação da DP foi a que teve o maior aumento, passando de sete para 12 policiais.

De acordo com o titular da DP, delegado Heleno dos Santos, os trabalhos de investigação também irão contar, eventualmente, com a participação de mais nove policiais que trabalham em atividades cartorárias. “A mudança se deu a pedido da Chefia de Polícia do Rio Grande do Sul, que pretende aumentar o combate ao tráfico de drogas, aos homicídios, roubos e crimes de quadrilha”, disse Heleno.

As mudanças tiveram o acompanhamento direto do delegado de polícia regional, Fernando Sodré.

A partir de agora, serão intensificadas as operações policiais, buscando a repressão de crimes e prisão de criminosos, principalmente traficantes. “Um exemplo da nossa preocupação é que 90% dos casos de furtos que ocorrem na cidade estão relacionados ao uso do crack”, destaca.

Santos ressalta a importância da participação da comunidade, em contribuir com a polícia denunciando crimes que possam estar acontecendo em seu bairro, ligando para o Disque-Denúncia 197. “Manteremos em sigilo o nome do denunciante”, frisa.

O delegado afirma que também é importante a comunidade, principalmente os empresários, apoiar e investir mais em programas sociais desenvolvidos por entidades que trabalham a prevenção de drogas com crianças e adolescentes.