Presidente Dilma anuncia construção de trecho da BR-392 entre Santo Ângelo e Santa Maria

0
106

Rodovia ligará a região das Missões com a região central e o porto de Rio Grande

 

Em visita ao Rio Grande do Sul nesta sexta-feira (12), a presidente Dilma Rousseff anunciou a construção do novo trecho da BR-392, que ligará as cidades de Santo Ângelo a Santa Maria. A nova rodovia terá uma extensão de 235 km e representa um investimento de 1,6 bilhão, segundo informou a presidenta.

A obra completará a ligação entre o Rio Grande do Sul e a Argentina, através da fronteira de Porto Xavier com San Javier, até o porto de Rio Grande, ligando os trechos da BR-392 existentes.

A obra é uma grande bandeira de luta da região, que espera, com a conclusão, uma melhor ligação com as demais regiões do Estado, facilitando o escoamento da produção. Foram diversos encontros de lideranças das Missões, bem como da Bancada Gaúcha, com autoridades do Ministério dos Transportes e técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

A administração municipal de Santo Ângelo pleiteou em Brasília a implantação da rodovia em vários momentos. Um dos apoiadores do pleito é o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), que nos últimos anos realizou uma série de reuniões com o com a finalidade de sensibilizar o Palácio do Planalto sobre a importância da obra. No Estado, juntamente com lideranças locais, Pimenta promoveu audiências públicas, oportunizando que cada cidade apresentasse um relatório dos benefícios que serão proporcionados com a ligação asfáltica do trecho.

“Ao estudar o mapa viário do Rio Grande do Sul, percebemos que no traçado da BR-392 existe uma lacuna entre duas importantes regiões. Diante disso, iniciamos o trabalho para assegurar a construção deste trecho, que será um dos mais significativos investimentos do Governo Federal no RS nos últimos anos. O novo trecho da BR-392 redefinirá a logística do escoamento da produção do Estado, garantindo crescimento econômico e o desenvolvimento das cidades das regiões central, noroeste do RS”, projeta Pimenta.

Já a presidente Dilma Rousseff, durante o anúncio, falou dos benefícios do investimento. “Nosso país precisa ser competitivo e só seremos competitivos se tivermos uma infraestrutura forte, que é algo fundamental não só para os negócios, mas para as pessoas. Rodovias, ferrovias, portos e aeroportos são essenciais para nosso país. Sem eles o Brasil não compete internacionalmente como deve, nem aproveita todas as suas oportunidades”, disse a presidenta.

 

Audiências em órgãos do Governo Federal marcaram luta pela extensão da BR-392

Uma série de audiências, tanto no município, expondo o projeto à comunidade, quanto em Brasília, solicitando às autoridades do Ministério dos Transportes a inclusão da rodovia nas prioridades do Governo Federal, marcaram a luta pela extensão da BR-392, ligando Santo Ângelo a Santa Maria.

A confirmação de que a obra era considerada prioritária para o Planalto se deu em abril de 2011, quando foi publicado no Diário Oficial da União o resultado da licitação para elaboração do projeto executivo do traçado da BR-392. A STE – Serviços Técnicos de Engenharia foi a vencedora da licitação.

Já em maio de 2012, o superintendente estadual do Dnit, Vladimir Casa, veio a Santo Ângelo apresentar o resultado do estudo. Na ocasião, ele apontou que havia quatro possibilidades do traçado.

A rodovia deverá passar por São Miguel das Missões, Jóia, Tupanciretã, Júlio de Castilhos, entre outros municípios, fazendo as ligações dos quilômetros 307,5 ao 617,5 da BR-392.