Presos do Presídio Regional fazem curso de Aplicador de Revestimento Cerâmico

0
83

 Uma parceria entre a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) está possibilitando que 18 apenados que cumprem pena no regime fechado, no Presídio Regional de Santo Ângelo, aprendam uma profissão.

Segundo o diretor do Presídio, Nelson Werlang, o curso de Aplicador de Revestimento Cerâmico é uma forma de ajudar a ressocializar o preso e garantir a ele uma oportunidade de emprego quando voltar à rua. “Além de aprenderem uma profissão que pode ser regulamentada, os presos estão ajudando a fazer algumas reformas no Presídio, como em celas e na cozinha”, comenta.

Conforme o instrutor do Senai, Jonathan Medeiros, o curso prepara profissionais para realizar aplicação de revestimentos cerâmicos em edificações, de acordo com normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, higiene e saúde. “Mantemos uma relação tranquila. Os alunos são receptivos e foram escolhidos por serem os mais disciplinados”, diz o instrutor.

A qualificação profissional básica é de 180 horas, sendo 20h destinadas às aulas de acolhimento, orientação profissional e cidadania que aborda o trabalho em equipe, o cumprimento de normas de saúde e preservação do meio ambiente.

O curso é dividido em normas específicas, interpretação de projeto aquitetônico, matemática aplicada, tecnologia de materiais, orçamentos e cronogramas, tecnologia da construção, manuseio de máquinas e ferramentas, processo operacional e higiene e segurança no trabalho.

O próximo curso, a partir de junho, será de pintor.