Procon de Santo Ângelo orienta uso de ferramenta para solução de conflitos pela internet

0
134

O serviço público tem o objetivo de realizar solução de conflitos com agilidade

Os consumidores passam a ter mais uma ferramenta para a resolução de conflitos. Trata-se do consumidor.gov.br, um serviço público para solução de conflitos de consumo por meio da internet, que permite a interlocução direta entre consumidores e empresas. Dessa forma, o Procon de Santo Ângelo orienta os consumidores para a sua utilização, que proporcionará ao Estado informações essenciais para a elaboração de políticas públicas de defesa dos consumidores, incentivando a competitividade no mercado.

A plataforma tecnológica que considera a informação, interação e compartilhamento de dados é monitorada pelos Procons e pela Secretaria Nacional do Consumidor, a Senacon, órgão do Ministério da Justiça.

O serviço funciona de forma simples: os consumidores registram suas reclamações, as empresas respondem e os atendimentos são monitorados de forma pública. O serviço pode ser usado pelos consumidores de todo Brasil e permite uma comunicação direta e eficaz entre fornecedores de produtos e serviços e seus clientes.

Porém, é importante lembrar que o Consumidor.gov.br não substitui a reclamação feita nos Procons e nem é um registro eletrônico prévio dessas reclamações. Ele visa apenas a antecipar uma possível solução.

Como utilizar
Para usar o serviço, o consumidor deve, primeiro, verificar se a empresa sobre a qual quer abrir uma reclamação consta na lista de empresas integrantes da plataforma. Como este serviço não é um canal administrativo para resolução dos conflitos, a adesão das empresas à iniciativa é voluntária. Após o cadastro do consumidor no site e registro da reclamação, as empresas se comprometem a receber, analisar e responder reclamações de consumidores dentro de um prazo de 10 dias. Em seguida, o consumidor tem até 20 dias para comentar a resposta recebida e classificar a demanda como “Resolvida” ou “Não Resolvida”.

Resultados
Os registros das reclamações recebidas alimentam uma base de dados pública, com informações, índices de resolução dos problemas e também de satisfação dos consumidores.

Por que utilizar
Ao registrar seu problema na plataforma virtual, o consumidor ganha tempo e muitas vezes não precisa se dirigir a um Procon para resolver seus problemas de consumo. Uma vez no portal, a queixa ainda está num momento anterior à reclamação administrativa, o que permite mais agilidade, também por parte das empresas, em resolvê-la.

E se a empresa não solucionar o problema?
Será necessário recorrer a um Procon ou, eventualmente, à Justiça. Quanto mais problemas forem resolvidos em nível pré-administrativo, entre consumidor e empresas, menos conflitos vão sobrecarregar os Procons e menos ainda chegarão ao Poder Judiciário.

Informações podem ser obtidas no Procon de Santo Ângelo, através do telefone (55) 3313 1060 e pelo e-mail [email protected] O atendimento ocorre das 9h às 16h, sem fechar ao meio-dia.