Reitora Carla Jardim: “Obras do campus Santo Ângelo do Ifet devem iniciar em janeiro de 2013”

0
83

Afirmação foi feita durante lançamento da pedra fundamental do Instituto na cidade

Foi lançada na tarde desta quarta-feira (19), no auditório do Centro Municipal de Cultura, a pedra fundamental de instalação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifet) de Santo Ângelo.

O Ifet Farroupilha se constitui em uma das maiores conquistas na área educacional em toda a história de Santo Ângelo.

A solenidade contou com a participação de diversos alunos da Escola Antônio Manoel do Bairro Indubras, que será vizinho do Ifet, e autoridades, entre elas a reitora do Instituto Federal Farroupilha de Santa Maria, Carla Jardim.

INVESTIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO

Conforme previsto no edital de licitação, o valor de construção para os dois prédios (um administrativo-pedagógico e outro com salas de aula e laboratórios) será de R$ 7 milhões. Os prédios compreenderão uma área de 4.364,40 m².

Para viabilizar esse projeto, a Prefeitura de Santo Ângelo repassou ao Ifet uma área de 50 hectares, onde antes funcionava o Centro Agrícola da Cotrisa. A área, que era do Governo Federal, foi ocupada por anos pela Cotrisa e, através de ampla articulação da Prefeitura com o Ministério do Planejamento, foi repassada ao Município, que doou-a para o Ifet para a construção dos prédios. A área total soma 100 hectares. Os outros 50 hectares foram destinados a um distrito industrial, denominado Leo Fett, que está na fase de licenciamento ambiental.

O município também terá como contrapartida o cercamento e sinalização no futuro campus, obras de terraplanagem e pavimentação do acesso ao instituto, serviço de vigilância, entre outros serviços.

INFRAESTRUTURA

Inicialmente serão construídos dois prédios de dois andares cada. A reitora Carla Jardim anuncia para janeiro de 2013 o início das obras. No prédio A haverá 10 salas de aula, três laboratórios de Informática, dois de Cuidados Humanos, além de laboratórios de Química, Física, Biologia, Anatomia Humana e Departamento Médico Legal (DML). Também terá cantina, sanitários e área de circulação para os estudantes.

No prédio B funcionará a parte administrativa. Nele estarão as salas de recursos humanos, direção, tesouraria, telefonista, recepção, balcão de atendimento, salas de apoio, salas de estudos, sala de vídeos, casa de máquinas, entre outras.

CURSOS

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santo Ângelo deverá implantar dois cursos no primeiro ano de funcionamento. Ainda não foram anunciados quais serão esses cursos. O projeto, porém, prevê para os próximos anos cursos nas áreas de saúde pública, agricultura, tecnologia da informação e turismo.

O campus de Santo Ângelo possibilitará o acesso de 1.200 alunos. A instalação do Ifet também deverá promover a expansão e o desenvolvimento do setor educacional no município e região. Além das vagas para os estudantes, o Ifet vai gerar novos postos de trabalho com a contratação de 115 empregos diretos entre professores e funcionários que atuarão no instituto.

Durante o ato aconteceu uma apresentação da Orquestra Missioneira de Cordas, um projeto mantido pelo grupo Redemaq.

Confira abaixo o discurso das autoridades durante o lançamento da pedra fundamental.

 

AUTORIDADES DESTACAM IMPORTÂNCIA DA CONQUISTA PARA O MUNICÍPIO

“O Ifet possui uma abrangência regional e macrorregional. Dirijo a minha palavra de agradecimento a quem se mobilizou e acreditou neste projeto. Chegamos a um entendimento sobre os cursos prioritários desta primeira etapa do Ifet, durante as audiências públicas. Agradecimento ao professor Eliezer Pacheco, do Ministério da Educação e ao então reitor Carlos Alberto da Rosa, que estabeleceram conosco um diálogo constante. O Ifet vai permitir a construção de uma nova história, com mais dignidade para o Brasil, para o Rio Grande do Sul, para Santo Ângelo e as Missões”.

Gilberto Corazza, coordenador da Comissão Municipal de Instalação do Ifet

 

“Lembro-me de toda a mobilização que envolveu as lideranças da nossa região. Temos que prestar uma grande homenagem ao professor Eliezer Pacheco. De todas as vezes que eu fui à Brasília a pessoa que eu mais tive contato foi com Eliezer Pacheco. Então este momento que estamos vivendo aqui é fruto de nossa luta. Esta conquista para mim, por tudo que o Instituto representa para o país, se constitui de uma das maiores conquistas que o nosso município já teve. O principal compromisso que assumimos com o Ifet foi o repasse da área de 50 hectares, às margens da ERS-218, para a instalação do campus. Trinta dias após o anúncio da presidente Dilma de que Santo Ângelo sediaria um campus, escrituramos a área e repassamos ao Ifet. Este Instituto irá mudar a realidade de toda a região e as condições de vida da população, porque tudo passa pela educação. Vai gerar novos empregos e atrair novas empresas que buscam por mão de obra qualificada”.

Eduardo Loureiro, prefeito de Santo Ângelo

 

“Este ato marca o início da construção do 8º campus do Ifet no Estado. Acompanhei as dificuldades e lutas desta comunidade para conquistar este Instituto. Tenho certeza que a luta desta comunidade vai ter razão quando daqui a um ano abrirmos as portas deste campus para receber os primeiros alunos. O hall de cursos e eixos escolhidos pela comunidade serão respeitados e implantados neste primeiro momento. Investiremos R$ 7 milhões na construção de dois prédios e R$ 3 milhões para compra de equipamento e mobiliários. O processo licitatório encontra-se hoje (ontem) no último dia para apresentação de recursos e na sexta-feira poderemos apresentar a empresa vencedora. Depois daremos mais cinco dias para o prazo de recursos e não havendo nenhum recurso daremos a ordem de serviço para o início das obras em 30 dias. Isso significa que ainda em janeiro estaremos juntos acompanhando o início das obras no local destinado pela Prefeitura ao nosso Ifet. 100% das prefeituras brasileiras buscam conquistar um Instituto Farroupilha para as suas séries. Isso demonstra que a educação profissional deixou de ser chamada de educação de segunda categoria”.

Carla Comerlato Jardim, reitora do Ifet