Reunião entre Promotoria, Bombeiros e escolas de samba discute as regras para o Carnaval de Rua 2014

0
85

Foram estabelecidas normas para circulação de menores, assim como o horário dos ensaios das baterias

Na terça-feira (29), aconteceu reunião na sede do Ministério Público Federal, envolvendo a Promotoria, o Corpo de Bombeiros, Liga Independente das Escolas de Samba de Santo Ângelo (Liessa) e representantes das escolas de samba de Santo Ângelo. Na oportunidade foram retomadas algumas regras da edição do ano passado para serem implementadas no Carnaval de Rua 2014. A reunião foi conduzida pela promotora Paula Mohr com a participação do comandante do 11º Comando do Corpo de Bombeiros, Eglacir Oliveira Chaves.

Na oportunidade, a promotora Paula Mohr falou sobre a proibição de venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos durante o evento, assim como o controle do acesso nas atividades desenvolvidas pelas escolas de samba. A promotora salientou que o Conselho Tutelar realiza o trabalho de fiscalização e que a escola será responsável havendo algum problema nesse sentido. Em relação à segurança dos menores, a promotora lembrou que adolescentes menores de 16 anos terão que ter a presença dos pais, enquanto os de 17 anos precisam de autorização por escrito dos responsáveis.

No que se refere ao funcionamento dos barracões, os presidentes de escolas terão que apresentar até o dia 3 de fevereiro na Promotoria cópia da autorização da prefeitura para uso de espaços públicos, além de alvarás do município e do Corpo de Bombeiros no caso de locais fechados.

HORÁRIOS PARA ENSAIOS

Outro tema levantado foi em relação aos horários de ensaios com as baterias das escolas. Ao longo da semana, os ensaios podem ocorrer até as 23 horas em espaços abertos; 15 dias antes do desfile, o prazo limite é as 23h30min. Em caso de promoções em ambientes fechados o prazo limite é até a 1 hora da madrugada.

DESFILE

A participação de menores em desfiles somente poderá acontecer com a autorização dos pais. As escolas de samba terão que enviar a lista de seus componentes para o Conselho Tutelar, Secretaria de Obras e Corpo de Bombeiros, que serão os órgãos fiscalizadores. Apenas o protocolo desse documento deverá ser encaminhado à Promotoria.

PRESENÇAS

No encontro também estiveram presentes o secretário de Obras, Mauri Krupp; o secretário interino do Turismo, João Batista Rodrigues da Silva; o presidente da Liessa, Romaldo Melher dos Santos; o integrante da liga, Odair Kotowski; a representante da Mocidade Independente da São Carlos, Marisa Schmidt; da Acadêmicos do Improvizo, Cesar Berwanger; da Unidos da Zona Sul, Celso Denis Filho, Leandro Almeida e Paulo Peres; da Imperadores do Samba, Grace Taday, e da Grande Pippi, Eva Porciúncula.