RGE regulariza a medição de 36 clientes em Santo Ângelo

0
331
Através do Programa de Eficiência Energética, distribuidora padronizou a ligação elétrica de famílias de baixa renda. Foto: Divulgação/RGE

A RGE regularizou, nesta quarta-feira, 19, a ligação de energia elétrica para 36 famílias de Santo Ângelo. Com um investimento de R$ 82 mil, o Programa de Eficiência Energética (PEE) da distribuidora substituiu quatro caixas de medições em pontos de vulnerabilidade social de Santo Ângelo, onde os clientes recebiam energia em condições precárias condições ou mesmo por ligações irregulares.

A distribuidora do Grupo CPFL Energia mapeia moradores que não estejam ligados devidamente na rede e fornece todos os equipamentos necessários para a regularização: medidor, poste, ramal de ligação e outros componentes menores necessários para o processo.

Segundo o coordenador do Programa de Eficiência Energética da RGE, Odair Deters, estas ações oferecem maior segurança a todos os clientes. “Este processo de regularização de clientes tem um grande impacto na segurança da população. Ligações irregulares ou fora dos padrões oferecem constante risco de curto-circuito, que pode danificar não só a rede de distribuição, mas também causar danos materiais, queimando equipamentos e eletrodomésticos de ruas inteiras”, destaca Deters.

O atendimento abrangeu residências regulares atendidas por rede de baixa tensão e sem fornecimento legal de energia elétrica ou com fornecimento em condições precárias.

Atualmente não existe um cadastro prévio de interessados para a regularização junto à empresa. É a RGE que trabalha em sintonia com o poder público local nesta identificação, priorizando áreas e famílias com maior vulnerabilidade social.

O Consultor de Negócios da RGE, Rafael Lugoch, ressalta o impacto positivo para as famílias regularizadas. “Com esta ação da RGE, o fornecimento de energia elétrica para estes consumidores fica dentro dos padrões e mais seguro. Além disso, o morador passa a ter uma conta de luz em seu nome, que é um dos comprovantes de residência mais respeitados no mercado”, pontua Lugoch.

Em 2019, a RGE regularizou 2.060 novos clientes que foram incorporados ao sistema de distribuição da empresa. Com um investimento de R$ 4,5 milhões, o Programa de Eficiência Energética (PEE) da distribuidora atuou em 21 municípios executando a regularização de moradores que tinham ligações clandestinas ou fora do padrão. Em 2020, a RGE estima regularizar, através do PEE, outros 1.300 consumidores.

Sobre a RGE

Responsável por distribuir 65% da energia elétrica consumida no Rio Grande do Sul e atender 2,9 milhões de clientes em 381 municípios gaúchos, a RGE é hoje a maior distribuidora da CPFL Energia em extensão territorial e número de cidades atendidas. A área de concessão da companhia, que é resultado do agrupamento das distribuidoras RGE e RGE Sul, realizado em janeiro de 2019, totaliza 189 mil km² de extensão, abrangendo as áreas urbanas e rurais das regiões Metropolitana, Centro-Oeste, Norte e Nordeste do estado.

Os investimentos realizados pela RGE contribuem para o desenvolvimento socioeconômico de locais de fundamental importância para a economia do estado, que vão desde fortes polos turísticos, agrícolas e pecuários, até grandes centros industriais e comerciais, trazendo mais bem-estar, conforto e infraestrutura para a vida de 7,4 milhões de gaúchos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here