RS Mais Turismo aponta os principais desafios para as Missões

0
87

Programa tem como objetivo promover o desenvolvimento econômico e social da região

A reunião do RS Mais Turismo, aconteceu na manhã desta quarta-feira (12), no Centro Municipal de Cultura. Os encontros do RS Mais Turismo fazem parte do Plano de Desenvolvimento Turístico do Estado, que consiste na análise da situação atual do turismo, em cada região, nos eixos estratégicos, desafios, projetos e metas do setor.

Para o secretário municipal de Turismo e Esportes, Marcos Mattos, o principal para potencializar a região turística é infraestrutura. “Estamos com projetos para melhorar o acesso na BR-392 e nos trevos de acesso aos municípios da região. Na nossa cidade temos organizando ações turísticas para o fim de ano, entre outras ações”, diz Mattos.

O grande potencial turístico da região é o apelo histórico cultural, conforme afirma Marcos. “Temos as reduções jesuíticas que nos possibilitam um grande atrativo, queremos fazer parte do PAC das Cidades Históricas Brasileiras”, comenta o secretário Municipal de Turismo. O PAC Cidades Históricas é uma ação intergovernamental articulada com a sociedade para preservar o patrimônio brasileiro, valorizar a cultura e promover o desenvolvimento econômico e social com sustentabilidade e qualidade de vida.

Estiveram presentes no RS Mais Turismo o representante do Legislativo, Diomar Formenton, o secretário executivo do Departamento de Turismo da Famurs, Giovani Gisler, o presidente da Famurs, Luis Valdir Andres, o vice-diretor de Turismo do Rota Missões, Sadi Ribas, e o diretor da Secretaria de Turismo, Maximilianus Pinent. Também participaram representantes dos 26 municípios missioneiros.

Municípios participantes:
Bossoroca, Caibaté, Cerro Largo, Dezesseis de Novembro, Entre-Ijuís, Eugênio de Castro, Garruchos, Giruá, Guarani das Missões, Mato Queimado, Pirapó, Porto Xavier, Rolador, Roque Gonzales, Salvador das Missões, Santo ngelo, Santo Antonio das Missões, São Borja, São Luiz Gonzaga, São Miguel das Missões, São Nicolau, São Paulo das Missões, São Pedro do Butiá, Sete de Setembro, Ubiretama e Vitória das Missões. 

“Precisamos mostrar os benefícios sociais que o turismo pode trazer”, afirma o diretor da Secretaria Estadual de Turismo

O diretor da Secretaria de Turismo, Maximilianus Pinent, concedeu entrevista na redação do Jornal das Missões.Segundo Maximilianus, o RS Mais Turismo tem foco na gestão, qualificação e promoção local. “A partir destes encontros será realizado o Plano Regional de Desenvolvimento Turístico e assim cada município estabeleça seu Marco Regulatório para que haja continuidade no processo de promoção turística”, explica.
Pinent afirma que a criação de passos relevantes para o fomento de políticas públicas de educação, economia, infraestrutura são importantes para que a comunidade acredite no turismo como potencial econômico. “Precisamos primeiro mostrar os benefícios sociais que o turismo pode trazer para que assim as famílias invistam em empreendimentos e se qualifiquem e desse modo o potencial seja uma realidade”, comenta o diretor da Secretaria de Turismo.
Ele informou também que já foram feitos diálogos com bancos, como Banrisul, Banco do Brasil, Badesul, BNDES, para abertura de crédito. “Para que micro e pequenos empresários possam investir em áreas do Turismo, tanto quanto grandes empreendedores”, salienta o diretor.