Santo Ângelo é um dos cinco municípios gaúchos selecionados para o Projeto Cidades Digitais

0
82

O Ministério das Comunicações divulgou ontem (2) a lista das 80 cidades que serão beneficiadas com o projeto piloto do Programa Cidades Digitais. No Estado, estão incluídas Jari, Não-Me-Toque, Nova Bassano, Santo Ângelo e São Miguel das Missões. O governo federal pretende melhorar a gestão e os serviços dos municípios, além de oferecer pelo menos um ponto de acesso público à banda larga.

“Queremos contribuir para que o país tenha gestões públicas cada vez mais transparentes. Essa é uma forma de evitarmos inclusive a corrupção. Ao mesmo tempo, ajudará na prestação de serviços públicos como marcação de consultas nas unidades públicas de saúde, acompanhamento escolar das crianças que estudam nas escolas públicas e pagamento do IPTU via internet. Além disso, dará maior publicidade às licitações feitas pelas prefeituras”, justificou a secretária de Inclusão Digital, Lygia Pupatto.

Para chegar às 80 cidades escolhidas, a partir de uma lista de 192 municípios, os critérios foram: municípios de até 50 mil habitantes e distantes até 50 quilômetros das redes centrais de internet, disposição das prefeituras em oferecer equipes para treinamento nas operações da rede, e cidades com menor índice de desenvolvimento.

“Esses critérios visam a diminuir as diferenças de inclusão digital no país”, disse a secretária.

Após três anos, a manutenção ficará a cargo das prefeituras.

O prefeito de Santo Ângelo, Eduardo Loureiro, destaca que a inclusão no Cidades Digitais tem uma importância fundamental e estratégica para o município. “É um grande investimento que viabilizará internet de banda larga de qualidade para nossa cidade. Essa tecnologia é fundamental para o desenvolvimento de empresas e organizações”, afirmou Eduardo.