Santo Ângelo receberá R$ 34 milhões para investir em mobilidade urbana

0
80

Diário Oficial noticiou liberação dos recursos do Pró-Transporte

O Governo Federal publicou na quarta-feira (6), no Diário Oficial da União, o resultado do processo de seleção do PAC 2 Pavimentação e Qualificação de Vias Urbanas – 2ª Etapa, no âmbito do Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana – Pró-Transporte. Dentre os municípios selecionados, está Santo Ângelo, que receberá R$ 34 milhões para investimentos em infraestrutura urbana.

“Este será o maior conjunto de obras da história de Santo Ângelo”, avalia o deputado federal Jerônimo Goergen, que articulou junto ao Ministério das Cidades a aprovação do projeto. O Pró-Transporte prevê a pavimentação asfáltica de ruas e recapeamento de outras, em um total de 400 quadras, além da construção de 59 abrigos para passageiros de ônibus.

Goergen lembra que o primeiro projeto foi apresentado em 2010 ao programa Pró-Transporte, porém o Governo Federal não fez a previsão orçamentária na ocasião e o projeto acabou não se concretizando. “Quando abriu o PAC Pavimentos, levamos duas vezes os prefeitos da região para o ministro Aguinaldo Ribeiro, mas tínhamos no país o pedido de R$ 25 bilhões em obras, e apenas R$ 5 bilhões em recursos. Então era uma concorrência bem maior, ou seja, cinco vezes mais projetos em relação à verba disponível. Felizmente deu tudo certo”, lembra o deputado.

“Eu cumprimento o ex-prefeito Eduardo Loureiro pela qualidade do projeto apresentado e pela confiança que ele teve em mim. E também o prefeito Valdir Andres por continuar o trabalho”, afirma o deputado federal. Os R$ 34 milhões serão repassados à Prefeitura através de um financiamento, com quatro anos de carência e um prazo de 20 anos de amortização junto ao Governo Federal.

Conforme a previsão do deputado Jerônimo Goergen, nas próximas semanas os recursos já estarão disponíveis para serem utilizados na infraestrutura e mobilidade de Santo Ângelo. “Já está previsto no orçamento do Governo Federal. O erro cometido na outra vez pelo Ministério dos Transportes não será cometido agora”, tranquiliza ele.

 

Ex-prefeito comemora liberação dos recursos

O ex-prefeito de Santo Ângelo, Eduardo Loureiro, que cadastrou e conseguiu a aprovação do projeto, ressalta que “valeu a pena todo o esforço”. Conforme Eduardo, “foram três anos de muito trabalho. Aproveito para agradecer toda a equipe técnica da prefeitura, que foi incansável, bem como o apoio do deputado Jerônimo, que nos acompanhou nas audiências em Brasília”.

Eduardo lembra que serão asfaltadas aproximadamente, 400 quadras, especialmente os chamados “corredores de ônibus”. “É importante ressaltar também que o projeto, elaborado ao longo de dois anos, prevê, no máximo, 20% de obras de recapeamento, e 80% de asfalto novo”.