Santo Ângelo terá moderna Academia de Saúde na zona Norte

0
88

No local funcionará área de convivência e de atendimento ao público, além de equipamentos

Nesta quinta-feira (6), às 11h, o prefeito de Santo Ângelo Eduardo Loureiro assina a Ordem de Serviço para o início da construção da Academia de Saúde, que conta com recursos do município e do Fundo Nacional de Saúde – FNS.

A implantação, que se dará na Praça Assis Brasil Ramos Escobar, antigo estádio do Tamoio, contará com a construção de um pavilhão fechado com 98 m², onde funcionará uma área de convivência, banheiros, depósito e área de atendimento ao público voltado as atividades da academia. A área externa possuirá um espaço multiuso com 250m², com área para caminhadas e a instalação de 14 equipamentos para prática de exercícios físicos. Estes serviços contarão com apoio e acompanhamento de profissional ligado à área da saúde. O investimento para a instalação desta academia é de R$ 184.000,00, contando também com verba mensal para custeio das despesas.

Os polos do Programa Academia da Saúde são espaços públicos construídos para o desenvolvimento de atividades como orientação para a prática de atividade física; promoção de atividades de segurança alimentar e nutricional e de educação alimentar; práticas artísticas (teatro, música, pintura e artesanato) e organização do planejamento das ações do Programa em conjunto com a equipe de atenção primária em saúde e usuários.

As atividades serão desenvolvidas por profissionais de saúde da atenção primária em saúde, especialmente dos Núcleos de Saúde da Família (NASF), podendo ser agregados profissionais de outras áreas do setor público.

Segundo o prefeito Eduardo Loureiro, a administração municipal sempre teve a saúde como prioridade. “Recuperamos o Hospital Santo Ângelo, descentralizamos o atendimento, ampliamos os programas de prevenção, como o ESF, vamos inaugurar a UPA e o Centro de Saúde nos próximos dias e, agora, construiremos a Academia de Saúde. Avançamos muito nos últimos anos”, finalizou o prefeito.

Objetivos do Projeto Academia da Saúde

I – ampliar o acesso da população às políticas públicas de promoção da saúde;

II – fortalecer a promoção da saúde como estratégia de produção de saúde;

III – potencializar as ações nos âmbitos da atenção primária em saúde (APS), da vigilância em saúde (VS) e da promoção da saúde (PS);

IV – promover a integração multiprofissional na construção e execução das ações;

V – promover a convergência de projetos ou programas nos âmbitos da saúde, educação, cultura, assistência social, esporte e lazer;

VI – ampliar a autonomia dos indivíduos sobre as escolhas de modos de vida mais saudáveis;

VII- aumentar o nível de atividade física da população;

VIII – estimular hábitos alimentares saudáveis;

IX – promover mobilização comunitária com a constituição de redes sociais de apoio e ambientes de convivência e solidariedade;

X – potencializar as manifestações culturais locais e o conhecimento popular na construção de alternativas individuais e coletivas que favoreçam a promoção da saúde; e

XI – contribuir para ampliação e valorização da utilização dos espaços públicos de lazer, como proposta de inclusão social, enfrentamento das violências e melhoria das condições de saúde e qualidade de vida da população.