Santo Ângelo terá votação mista nas eleições municipais

0
107

Processo inclui formato de votação por biometria e pelo modo tradicional

Em 2016, as eleições em Santo Ângelo serão realizadas no formato de votação mista, ou seja, através de urnas que abrangem tanto os eleitores que já possuem cadastramento biométrico, quanto os tradicionais, que contam apenas com o número no título de eleitor. O município já vem realizando o cadastramento para a votação biométrica (que além do número do título, registra foto e impressões digitais). De acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE), até o momento, Santo Ângelo já possui 19.833 (32,15%) de seu eleitorado atual com biometria, do total de 61.686 eleitores no município.

A 45ª Zona Eleitoral, que tem seu cartório com sede em Santo Ângelo, abrange ainda os municípios de Entre-Ijuís, Eugênio de Castro, São Miguel das Missões e Vitórias das Missões. Nestas quatro cidades, a votação nas eleições deste ano serão realizadas por biometria, pois seus eleitores já passaram pelo recadastramento biométrico, que vem sendo realizado gradativamente pela Justiça Eleitoral em todo o país. Em Entre-Ijuís este processo foi concluído no ano passado, enquanto nos outros municípios, este processo ocorreu antes, com término no ano de 2013.

No total, a 45ª Zona Eleitoral conta com 79. 600 eleitores, sendo que Santo Ângelo representa a maior fatia, com aproximadamente 77% do eleitorado (61.686 eleitores). Entre-Ijuís conta com 6.677 eleitores, Eugênio de Castro com 2.368, São Miguel das Missões possui 5. 623 e Vitória das Missões conta com 3.246 pessoas em seu eleitorado. Em 2014, o número de eleitores na zona eleitoral foi de 79.758.

Processo eleitoral no Brasil
Em todo o processo eleitoral, existem mecanismos para garantir a normalidade dos pleitos, a segurança do voto e a liberdade democrática. Por esses critérios, o Brasil se tornou referência mundial em eleições. Dentre esses critérios, destaque para o uso da urna eletrônica brasileira, que permitiu, desde 2000, que as eleições passassem a ser totalmente informatizadas.

Em 2008, o sistema biométrico de identificação do eleitor passou a ser adotado em algumas localidades e, desde então, a Justiça Eleitoral vem providenciando gradativamente o recadastramento biométrico de todo o eleitorado brasileiro.

Campanha Eleitoral
Neste ano, a campanha eleitoral para as eleições municipais será realizada sob as normas da minirreforma aprovada em 2015, que trouxe mudanças substanciais. As novas regras tornarão a disputa mais curta, objetiva e barata, sendo que até 20 de julho os partidos são autorizados a promover convenções para definir seus candidatos. A data limite para os partidos e as coligações registrarem seus candidatos é 15 de agosto.