São Luiz Gonzaga também terá praia junto ao lago da hidrelétrica do Passo São João

0
122

Assim como Roque Gonzales, São Luiz deverá ter o mesmo benefício junto ao rio Ijuí

Assim como Roque Gonzales terá a sua praia, São Luiz Gonzaga terá idêntico benefício, como consequência da formação do lago formado junto ao Rio Ijuí, pela implantação da hidrelétrica do Passo São João.

Em Roque Gonzales, a praia estará junto à planta urbana da cidade. Em São Luiz Gonzaga se localizará no distrito de Afonso Rodrigues, situada à esquerda da ponte sobre o Rio Ijuí, proximidades do Rincão dos Caye. A Eletrosul, que fez a construção da hidrelétrica, elaborou os projetos de construção das duas praias. E são projetos completos, densos, que examinam todos os detalhes, alinhando as providências que precisam ser tomadas para dar ao local infraestrutura completa aos banhistas.

PROJETO

O prefeito de São Luiz Gonzaga, Vicente Diel, encarregou o vice-prefeito Mário Meira para administrar o projeto da praia prevista para Afonso Rodrigues. Com esse propósito, foi feita audiência pública naquele distrito, com a finalidade de informar sobre o projeto e incentivar a presença da comunidade na sua implantação. O assunto foi muito discutido, lembram o vice-prefeito Mário Meira e o vereador Sidney Brondani (PP), que também se fez presente na audiência pública. A ideia é implantar o projeto paulatinamente, com os recursos disponíveis e, quando apresentar condições mínimas, fazer a concessão para terceiros, que poderá ser um empreendedor ou até mesmo uma associação de moradores de Afonso Rodrigues.

Nesta quarta-feira, em visita ao jornal A Notícia, o prefeito Vicente Diel, o vice-prefeito Mário Meira e o vereador Sidney Brondani mostraram detalhes do projeto elaborado pela Eletrosul. São 106 metros de praia, áreas para camping, chalés, quadras esportivas, bar e restaurante, além de área florestada. O projeto, já licenciado pela Fepam, tem o balneário propriamente dito, área para navegação em barcos e/ou jet ski com trapiche, pesqueiro e floresta nativa.

Para preparar o local de banho, foi feita terraplenagem e reduzida a cota de água no lago, para que o solo fosse coberto com pó de brita, até o local a ser demarcado através de boias, como exclusiva para banhistas. Na margem, haverá o tradicional espaço com areia ou pó de brita, para banhos de sol.

ACESSO LIVRE

O local ainda não está pronto, mas já recebe visitantes. O acesso é livre para todos. O balneário ainda não está dotado de serviços essenciais, como energia elétrica e, como frisamos, o projeto, que é completo e será implantado paulatinamente, de acordo com os recursos disponíveis. O prefeito Vicente Diel cogita, inclusive, de buscar recursos em nível estadual e/ou federal.

Vicente e Mário disseram que o balneário é uma opção de lazer, no verão, de fácil acesso e custo zero, distante apenas 26 km de São Luiz. Quem não possui meios financeiros de fazer temporada nas praias de mar ou não tem férias agendadas no verão, poderá se valer do balneário no fim de semana, em um feriadão e sempre que tiver oportunidade, democratizando o lazer para todos. Inclusive esportes náuticos podem ser incentivados na região, onde certamente vão aparecer muitos adeptos.