Senado abre concurso público para 246 vagas

0
94

Salários vão de R$ 13,8 mil a R$ 23,8 mil

Depois da esperada seleção do INSS, com 1.875 vagas, foram publicados na última semana quatro editais do concurso do Senado Federal. Os salários variam de R$ 13.833,64 a R$ 23.826,57. São 246 vagas para profissionais nos níveis médio e superior. Todas com lotação nas dependências do Senado em Brasília.

As inscrições já começam nesta segunda-feira, a partir da zero hora, e seguem até 5 de fevereiro. Devem ser feitas no site da Fundação Getúlio Vargas (www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/senado11/), organizadora do concurso. As taxas vão de R$ 180 a R$ 200. Para estar apto a concorrer, o candidato deve ser maior de 18 anos, estar quite com a Justiça Eleitoral e não estar cumprindo sanção por inidoneidade aplicada por órgãos públicos.

As primeiras provas para todos os cargos serão realizadas em 11 de março, nas capitais dos 26 estados e em Brasília. Os quatro editais podem ser consultados no site da Fundação Getúlio Vargas. O primeiro deles é para o cobiçado cargo de consultor legislativo (nível superior). São apenas nove vagas. Quem passar pela peneira terá uma carga de trabalho de 40 horas semanais. O salário inicial é o mais alto de todos: R$ 23.826,57.

A taxa de inscrição também é a mais alta: R$ 200. Os candidatos terão três etapas pela frente. A primeira é a prova escrita objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório. No dia 29 de abril, os aprovados farão a prova escrita discursiva. Mas esta será aplicada exclusivamente em Brasília. Os aprovados nas duas primeiras etapas ainda terão pela frente uma prova de títulos, apenas classificatória. Segundo o edital, o resultado final da seleção deve sair em 5 de julho.

O segundo edital é para 133 vagas para o cargo de analista legislativo. Há vagas que exigem nível superior em qualquer área e outras com formação específica. A carga horária é de 40 horas semanais para um salário de R$ 18.440,64. A taxa de inscrição é de R$ 190. Quem for fazer concurso para taquigrafo, além das provas objetiva e discursiva – em 11 de março – também terá de fazer prova prática (em 20 de maio). O resultado final também deve sair no dia 5 de julho.

Passando para os cargos de nível médio/técnico, o terceiro edital traz 79 vagas para o cargo de técnico legislativo. O salário é de R$ 13.833,64 para 40 horas semanais de trabalho. O valor da taxa de inscrição é um pouquinho mais baixo: R$ 180. Para os cargos nas especialidades de processo legislativo, administração, arquivologia e processo industrial gráfico, basta ter o certificado de conclusão de nível médio.

Para as vagas de enfermagem, odontologia e eletrônica e telecomunicações é preciso ter o diploma do curso técnico. Haverá provas de múltipla escolha e discursivas em 11 de março. Entre todos os candidatos, estes serão os que vão saber o resultado mais cedo, em 6 de junho. As últimas 25 vagas, que constam no quarto edital, são para trabalhar na Polícia Legislativa. A exigência é de nível médio e carteira de habilitação na categoria B.

O salário é de R$ 13.833,64 para 40 horas semanais de trabalho. A taxa de inscrição é de R$ 180. Esta é a seleção com mais etapas. Serão cinco no total: provas objetiva de múltipla escolha e discursiva (11 de março), prova de aptidão física (28 de maio), avaliação psicológica (7 e 8 de junho), investigação social, e curso de formação (deve acontecer entre 6 a 17 de agosto). A exepectativa é a de que o resultado final saia até 29 de agosto.