Série de desfiles do Carnaval de Rua será concluída hoje, com a apresentação de mais três escolas

0
91

Ontem, Império da Zona Norte, Grande Pippi e Mocidade Independente de São Carlos abriram o Carnaval

Santo Ângelo está respirando Carnaval. No clima da festa, a cidade e as escolas de samba fizeram nesta semana os últimos preparativos para as duas noites de desfiles do Carnaval de Rua, abertos na noite de ontem (21) e que serão concluídos hoje. A abertura dos portões será às 19h. Depois de todas as edições serem promovidas na Rua Marechal Floriano, esta é a primeira em que os desfiles ocorrem na Avenida Venâncio Aires, novo local da passarela do samba.

A programação é realizada pela Prefeitura e pela Liga Independente das Escolas de Samba de Santo Ângelo (Liessa), com patrocínio do governo federal, do governo do Estado – por meio da Secretaria da Cultura –, Corsan, RGE, Vonpar, Unimed Missões e Up Entertainment.

DESFILES
A abertura do Carnaval de Rua foi iniciada às 21h30min de ontem, com pronunciamentos, e fizeram seu desfile a Império da Zona Norte, com início às 22h30min, apresentando o tema “A Império neste Carnaval estende seu manto sagrado para o Amarelo passar”; a Grande Pippi, a partir das 23h45min, com o tema “Na Colmeia que se fez povo, brilha o sol do novo tempo”; e a Mocidade Independente de São Carlos, com início à 1h, com desfile sob o tema “Quilombo, da resistência negra à herança cultural”.

Hoje, às 22h, a noite do Carnaval de Rua será aberta com uma atividade cultural, e às 23h a Imperadores do Samba entra na passarela, apresentando “Carnaval, um canto de liberdade. Viva a festa da diversidade”. À 0h15min, com o tema “Brasil: miscigenação, a força de uma nova raça”, a Unidos da Zona Sul fará sua apresentação, e as duas noites de desfile serão encerradas com a Acadêmicos do Improvizo, que a partir da 1h30min apresenta “A história da dança: dos primórdios os mitos, do cotidiano os ritos, sou corpo, sou arte, cultura, paixão, sou dança que move uma revolução”.

NA CORTE, TRABALHO MARCADO PELA UNIÃO
A preparação das escolas visando a esta edição do Carnaval de Rua se iniciou na metade do ano passado. E, ao longo desta semana, nos barracões, os ensaios foram marcados pela intensidade, objetivando a conclusão dos últimos ajustes para que a apresentação ocorra como o esperado. “Por diversos dias as escolas viraram a noite para poder fazer um belo desfile. Todas apresentaram crescimento ao longo dos ensaios e chegam a esta reta final prontas”, afirmou o presidente da Liessa, Romaldo Melher dos Santos, em visita dos organizadores e da corte do Carnaval ao Jornal das Missões, ontem pela manhã.

Composta pela rainha Andrezza Chicon, 19 anos, da Império da Zona Norte, pela 1ª princesa Mônica da Silva, 29, da Unidos da Zona Sul, pela 2ª princesa Cristina Santos da Silva, 27, também da Zona Sul, pela rainha gay Marcela Colucci e pelo rei momo José Alexandre da Silva, a corte do Carnaval de Rua tem sido muito bem recebida em suas atividades de divulgação, relatou a rainha Andrezza, que classificou o trabalho como “muito gratificante”. A jovem destacou, ainda, a união existente. “Independentemente de qual escola de samba integramos, estamos aqui para fazer Carnaval para Santo Ângelo”, declarou.

Já Alexandre é o rei momo pelo segundo ano consecutivo, e disse poder medir o tamanho de sua responsabilidade pelo fato de ter sido indicado por todas as seis escolas. “Encerrei os desfiles na Marechal Floriano e agora participo da primeira edição na Venâncio Aires. É um honra”, analisou. A vice-prefeita Nara Damião frisou que o Carnaval de Rua de Santo Ângelo movimenta diversos setores da economia da cidade, além de trazer turistas. “O Carnaval tem crescido a cada ano. Estamos rompendo fronteiras, com a participação, por exemplo, de pessoas de Argentina, Paraguai, Alemanha. Nosso Carnaval cresceu muito e é referência do Estado”, avaliou. A avaliação dos desfiles será feita por dez jurados da Associação de Avaliadores do Carnaval do Estado do Rio Grande do Sul (Aavacergs). A contagem dos votos ocorrerá no domingo à tarde, a partir das 15h, no quartel do 7º Regimento de Polícia Montada, às margens da ERS-344.