Serviços de inteligência da PF estão suspensos

0
79

 Na manhã de terça-feira (18), na Delegacia de Polícia Federal em Santo Ângelo, ocorreu um ato simbólico de entrega dos equipamentos de escuta e vigilância utilizados pelos policiais federais lotados no Núcleo de Inteligência e Análise da Delegacia.

Na oportunidade eles assinaram um documento endereçado ao chefe da Unidade, solicitando o descredenciamento de suas senhas de acesso ao sistema Guardião, que é o responsável pela realização dos monitoramentos telefônicos.

EVENTO REALIZADODURANTE A GREVE

A atitude ocorre em plena greve da categoria de Agentes, Escrivães e Papiloscopistas e foi motivada em razão do alto grau de complexidade das atividades atualmente desenvolvidas pelos servidores, plenamente demonstrada ao longo de mais de 900 dias de negociação entre a categoria e o Governo Federal. “É levando-se em consideração ainda, a falta de uma justificativa plausível para que a Direção Geral não apoie o projeto de Reestruturação da categoria”, diz o representante sindical, Rodrigo Bobrzyk.

Os policiais federais que realizam os serviços de inteligência da Polícia Federal no Rio Grande do Sul decidiram suspender todas as investigações sigilosas em andamento no estado. Ficou decido também que não serão iniciadas novas investigações enquanto não houver o devido reconhecimento das atividades desenvolvidas pelos Agentes, Papiloscopistas e Escrivães de Polícia Federal.

O PAPEL DAS UNIDADES DE INTELIGÊNCIA

As unidades de inteligência são os setores responsáveis pela realização do monitoramento telefônico, vigilância de alvos, entre outras atividades, que dão suporte ao desencadeamento das grandes operações da Polícia Federal. “A título de ilustração, tomando-se por base os últimos quatro anos, de 2008 a 2012, foram desenvolvidas 14 Operações de Inteligência no âmbito da Delegacia de Polícia Federal em Santo Ângelo, com a prisão/indiciamento de 384 pessoas.

OPERAÇÕES REALIZADAS

Operação Pampa – Contrabando/Descaminho
Operação Vanguarda – Tráfico de Drogas
Operação Bom Campo – Crimes Ambientais (agrotóxicos) e Contrabando/Descaminho
Operação Retomada – Tráfico de Drogas
Operação Arquipélago – Contrabando/Descaminho
Operação Costeira – Crimes Financeiros
Operação Felino – Tráfico de Drogas
Operação Lion – Tráfico de Drogas
Operação Trampolim – Crimes Previdenciários
Operação Ouro Branco – Crimes Patrimoniais
Operação Rincão – Contrabando/Descaminho
Operação Brothers – Tráfico de Drogas
Operação Papa Yanke – Comércio irregular de munições
Operação Guarita – Fraudes em Concursos Públicos