Sessão do TCE-RS em Santo Ângelo reúne centenas de estudantes

0
81

Ação de interiorização das oportunizou à comunidade conhecer o trabalho do Tribunal

A 51ª Sessão Ordinária do Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) levou mais de 300 estudantes ao Salão de Atos da Universidade Regional Integrada (URI) de Santo Ângelo, na noite desta quinta-feira (22), em mais uma atividade de descentralização da Corte. A interiorização das sessões plenárias do TCE-RS possibilita que a comunidade acadêmica compreenda e se familiarize com os julgamentos no âmbito do tribunal gaúcho. 20 processos foram julgados na sessão.

CARÁTER EDUCATIVO

Em breve solenidade que antecedeu os trabalhos regimentais, o presidente do TCE-RS, conselheiro Cezar Miola, lembrou que a Corte está presente em Santo Ângelo há muitos anos. A cidade é sede de um dos nove serviços regionais do tribunal existentes no interior do Estado. “A dedicação de nossos servidores está refletido neste plenário lotado”, elogiou o presidente, ao reiterar o caráter educativo que as sessões interiorizadas possuem, sempre com o intuito de ampliar o controle social e a cidadania.

Miola relatou outras experiências já realizadas em universidades no interior, antecipando que em 2013, o município de Santa Maria irá receber uma sessão da Corte de Contas. Já o diretor-geral da URI Santo Ângelo, Maurílio Tiecker, agradeceu o esforço do conselheiro Adroaldo Loureiro, que é natural do município, em viabilizar a sessão na instituição. “É um momento memorável para nossa universidade”, destacou.

O PAPEL DO TRIBUNAL DE CONTAS

A atividade do TCE-RS em Santo Ângelo foi além da sessão plenária de julgamento. A Escola Superior de Gestão e Controle realizou, no período da tarde, uma apresentação lúdica aos alunos do Ensino Fundamental da Escola Marista, que através dos bonecos João e Tati, apresentados pelos servidores Melissa Ortega e Mário Romera Júnior, explicaram divertidamente como funciona e o que faz o Tribunal de Contas. A peça teatral intitula-se Cidadania com Arte.

Outras ações foram também desenvolvida pela Ouvidoria e a pela Consultoria Técnica do TCE-RS. Em um estande colocado na ante-sala da sessão plenária, os servidores tiraram dúvidas do público e explicaram como a sociedade pode fazer denúncias e reclamações.

PRESENÇAS

Além de estudantes, a sessão plenária contou com a presença de prefeitos e vereadores da região, entre outras autoridades como o juiz da comarca local, Carlos Adriano da Silva, a promotora Rosangela Correa da Rosa e o procurador do Estado em Santo Ângelo, Francisco Guimarães. Os conselheiros Adroaldo Loureiro, Estilac Xavier, Iradir Pietroski, Algir Lorenzon, Marco Peixoto e o substituto de conselheiro César Santolim, atuaram na sessão plenária, bem como o procurador do Estado, Eduardo Cunha da Costa e o adjunto de procurador do Ministério Público de Contas, Ângelo Borghetti.