Subseção da OAB terá sede ampliada e modernizada em Santo Ângelo

0
114

Obra contempla a construção de um escritório que deve abrigar o CIID

O final da tarde de terça-feira (21), foi marcado pela assinatura do contrato das obras de ampliação e modernização da sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Santo Ângelo. A empresa Valdecir Stiler & Cia Ltda é responsável pela realização da obra. A assinatura do contrato de prestação de serviço ocorreu às 17h, contando com a presença do presidente da Subseção, Itaguaci Meirelles Corrêa, representantes legais da empresa Valdecir Stiler e Rafael Stiler e do engenheiro Maiquel Ludwig.

DUAS CONQUISTAS
De acordo com o presidente Itaguaci, o momento é especial para a Subseção da OAB em Santo Ângelo. “A construção, ou reconstrução da sede da nossa Subseção, depois de uma longa jornada, é materializada pela assinatura do contrato. São duas conquistas notáveis, uma é que finalmente depois de um apoio efetivo, conseguimos transferir o imóvel onde está edificada a sede para o nome da OAB. Agora a nossa sede é de fato e de direito dos advogados de Santo Ângelo, Entre-Ijuís, Eugênio de Castro, São Miguel das Missões, Vitória das Missões e Catuípe, que pertencem à Subseção. Nós encerramos um período e começamos outro. O Segundo aspecto extremamente positivo é que recebemos autorização para adequar o projeto e iniciar a reconstrução da sede”, afirma.

PRAZO PARA EXECUÇÃO
A empresa assumiu o compromisso de em seis meses executar a obra. O custo está estabelecido em R$ 700 mil oriundos da própria OAB do Rio Grande do Sul. “É uma espécie de aplicação em Santo Ângelo de parcela dos valores anuais pagos em favor da categoria pelos advogados”, enfatiza o presidente.
Nos próximos dias a obra deve iniciar concretamente e promete solucionar problemas, qualificando o atendimento realizado na Subseção. “Esperamos que nesses seis meses a empresa contratada possa nos dar essa alegria. As reformas contemplam salas reservadas para a Comissão de Ética, que fiscaliza e analisa eventuais condutas de violação de ética. Nós teremos também uma espécie de auditório com capacidade de receber pessoas para participar de cursos e palestras, principalmente para ensino a distância. Faremos ampliação do segundo andar que abrigará área de lazer e um escritório que promete ser uma das maiores conquistas da advocacia do interior, que será o Centro de Informação e Integração Digital (CIID), e nós pretendemos ter uma sala separada para isso”, comemora Itaguaci.

738 METROS QUADRADOS
Durante o período que a obra decorre a estrutura de atendimento será adaptada, de acordo com o desenvolvimento da construção, para atender os advogados. Ao todo serão 738 m² construídos.