Temporal causa destelhamentos e quedas de árvores em Santo Ângelo

0
78

Segundo o Corpo de Bombeiros os prejuízos foram registrados em quase 30 residências

O temporal da tarde de domingo (17) ocasionou a queda de pelo menos 15 árvores e o destelhamento de quase 30 residências, em diversos bairros de Santo Ângelo. As rajadas de vento que antecederam a chuva chegaram a cerca de 90 km/h, segundo informações o controlador aéreo do Aeroporto Regional.

Em 10 minutos os comunicados de estragos já chegavam ao Corpo de Bombeiros. Os danos ocorreram nos bairros 300 Anos, Meller Norte, João Goulart, Alcebíades, Pilau, Braga, Morada do Sol, Centro Norte, Rosa, Rogowski, Vera Cruz, Centro, Pascotini, Juares Lemos, Kurtz e Parque Industrial.

Os bombeiros com o apoio de equipes da RGE e do Departamento Municipal de Meio Ambiente (Demam) removeram árvores nos seguintes endereços: Rua Laurindo Picoli, no Bairro Pippi; na Rua Zeferino Lemos, no Bairro Cristal; na Rua Antunes Ribas; na Marquês de Tamandaré; na Rua José Mirom Sobrinho, no Bairro Indubras; na Rua Arvoredo, no Bairro Gueller; na Avenida Salgado Filho, no Bairro Aliança; na Rua Everaldo Boner, no Bairro Alvorada; na Marquês do Herval; na Linha Picadinha e na Rua São Carlos, no Bairro São Carlos – em frente ao Colégio Liberato Salzano.

Na zona Norte da cidade, no Colégio Pedro II, a queda de árvores de mais de 30 anos destruiu parte do auditório do educandário e provocou alagamento. As aulas iniciam na próxima semana.