Teste rápido de HIV e sífilis no pré-natal será oferecido em Santo Ângelo e outros 94 municípios

0
89

Com o exame, a chance de a mãe infectar a criança cai para menos de 1%

Nos próximos dois meses, 95 municípios do Estado passarão a oferecer o teste rápido de HIV e sífilis durante o pré-natal através do Sistema Único de Saúde (SUS). Santo Ângelo será um dos beneficiados.

OBJETIVO

O objetivo é que o exame seja feito logo na primeira consulta. O procedimento é efetuado por meio de uma única punção na ponta do dedo e oferece resultado em apenas 30 minutos. Com o diagnóstico precoce e o tratamento a tempo, as chances de a mãe infectar a criança caem para menos de 1%. Além disso, quando a testagem na mãe der positivo, o parceiro também poderá fazer a verificação.

São Leopoldo e Sapucaia do Sul foram os municípios pilotos para a implantação do teste, que começam a oferecer o exame a partir deste mês. Esses e os demais 93 municípios são considerados prioritários, pois foram onde registraram-se os 640 casos de sífilis congênita no último ano, de acordo com o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan).

PLANO DE ENFRENTAMENTO

Além disso, o coordenador do Programa Estadual de DST/Aids, Ricardo Charão, ressalta que esse plano de enfrentamento explica-se pelo grande aumento no número dos casos nos últimos cinco anos, já que em 2006 foram diagnosticados 241 casos. “Através do diagnóstico precoce e início do tratamento, que é oferecido gratuitamente pelo SUS, maiores são as chances de evitar que a doença seja transmitida para o feto, o que configura a sífilis congênita”, ressalta Ricardo.

CAPACITAÇÕES

Para a implantação do teste, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) realizará capacitações nos municípios, já que os exames serão feitos nas Unidades Básicas de Saúde, onde a gestante é acompanhada durante o pré-natal. Neste mês, o curso acontecerá para os municípios da macrorregião Metropolitana (1ª, 2ª e 18ª Regionais, que abrangem a Grande Porto Alegre, Região Carbonífera e Litoral Norte). Os municípios do Interior receberão o treinamento em outubro. Após passarem pelas capacitações, os municípios já estarão aptos a oferecer o teste.