Trabalho de Loureiro pela valorização do TJM é reconhecido

0
131

 O trabalho intenso pela valorização do Tribunal de Justiça Militar (TJM) ao longo dos quatro mandatos de Adroaldo Loureiro na Assembleia Legislativa, foi reconhecido pela Corte Militar. Nesta semana, o juiz-presidente Geraldo Anastácio Brandeburski reiterou o apreço ao atual conselheiro do TCE, numa audiência em Porto Alegre.

Na oportunidade, Loureiro foi agraciado com uma pintura feita por J. Faria Viana em 1973, a partir de um desenho histórico de A. Demersay, em que retrata como eram as ruínas de São Miguel Arcanjo no ano de 1865. A pintura foi entregue pelo juiz-militar aposentado Assis Fontoura Almeida, pelo juiz-corregedor Sérgio Berni de Brum, juntamente com o presidente Brandeburski e o servidor Paulo Roberto Passin.