Unidade de Pronto Atendimento no Bairro Pippi terá média de 300 atendimentos diários

0
82

Após quatro anos de intensa mobilização, Prefeitura Municipal inaugurou a UPA

 Santo Ângelo recebeu, na tarde desta sexta-feira (21), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Pippi, localizada em terreno próximo ao Centro Social Urbano, a qual deve oferecer em torno de 300 atendimentos diários a partir do próximo ano.

Participaram da solenidade de abertura o prefeito Eduardo Loureiro, o secretário estadual de Saúde, Ciro Simoni; a secretária geral do Governo Tarso Genro, Mirian Marroni; o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Adroaldo Loureiro; o coordenador da 12ª Coordenadoria regional de Saúde, Lói Roque Biachi, bem como secretários municipais, vereadores eleitos e autoridades locais.

“Já abrimos licitação para a compra de equipamentos e estamos tomando as providências para a contratação de pessoal”, adianta o prefeito Eduardo Loureiro, ao destacar que foram mais de quatro anos de trabalho para conseguir conquistar a UPA.

O secretário estadual de Saúde, Ciro Simoni, observou que a obra tem uma grande importância para o atendimento em saúde. “Principalmente com relação à urgência e emergência. A partir do funcionamento dela, com certeza as emergências do Hospital Santo Ângelo serão desafogadas. Com isso, o atendimento é qualificado, não aqui, na UPA, como no hospital”, salientou.

INVESTIMENTO

O investimento total para construção e aparelhamento da UPA chegará a aproximadamente R$ 4 milhões. Do montante, em torno de R$ 3,2 milhões serão investidos na estrutura física e R$ 800 mil em equipamentos. “Desse total, metade foi custeado pelo Governo Federal e a outra metade pelo Governo Estadual. O município cedeu o terreno e fez algumas obras complementares, como o cercamento”, explica Eduardo Loureiro.

O prefeito explica ainda que o município de Santo Ângelo será o responsável pelo gerenciamento, que inclui a contratação de profissionais e custos de manutenção. “Para isso, Santo Ângelo receberá um recurso mensal de R$ 175 mil do Governo Federal. Esse valor será insuficiente para custear todas as despesas, por isso, o município terá que complementar. Estima-se que o custo mensal poderá chegar a R$ 500 mil.”

SERVIÇOS NA UPA

Na UPA serão realizadas consultas médicas, atendimentos e procedimentos médicos e de enfermagem a casos críticos e de maior gravidade. Também será prestado apoio diagnóstico (realização de raio-X, exames laboratoriais, eletrocardiograma) e terapêutico nas 24 horas do dia. A UPA terá 12 leitos que permitirão manter os pacientes em observação, por período de 24 horas, para elucidação diagnóstica e/ou estabilização.

O plantão da Unidade de Pronto Atendimento do Bairro Pippi contará com quatro médicos 24 horas por dia, distribuídos entre pediatras e clínicos gerais. No total, entre médicos, dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem e pessoal do setor administrativo, serão aproximadamente 115 funcionários. A UPA terá capacidade de prestar em torno de 300 atendimentos por dia.