Vacina contra gripe estará disponível apenas em 15 de abril

0
90

 As vacinas contra a gripe estarão disponíveis apenas a partir de 15 abril no Rio Grande do Sul. No entanto, a chefe substituta da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual da Saúde, Tani Ranieri, assegura que não há razões para pânico. Segundo ela, é normal que as vacinas só cheguem ao Brasil neste período, pois o Centro de Controle de Doenças (CDC), que funciona em Atlanta, nos Estados Unidos, libera primeiro os lotes para o Hemisfério Norte e depois para o Hemisfério Sul. A distribuição acontece em razão do clima e não tem relação com a pandemia nos Estados Unidos, afirmou Tani.“Aliás, as informações que estamos recebendo de gente que vem de lá dão conta que a situação não é tão grave.”

A novidade para o novo período de vacinação contra a gripe é que o grupo preferencial aumentou. As mulheres jovens com até 45 dias após o parto também devem ser imunizadas a partir da próxima campanha. Seguem na lista de prioridade para vacinação os menores de dois anos, profissionais da área de saúde, gestantes, indígenas e idosos acima de 60 anos, além dos pacientes que integram as listas de comorbidade, já devidamente estabelecido nas doenças pulmonares e renais.

Tani lembra que não adianta buscar estoques de vacinas do ano passado. “O vírus é mutável. Em 2012, lidávamos com duas cepas do grupo H1N1 e uma do H3N2, conhecida como gripe comum ou convencional”, explicou. Segundo ela, durante todo o ano, o mundo inteiro coleta amostras da gripe e as envia ao CDC, que analisa quais os vírus de maior incidência e suas variações, liberando então as cepas para os laboratórios.

EUA VIVE SURTO DA DOENÇA

A região de Nova Iorque, nos Estados Unidos, foi declarada em estado de emergência sanitária no dia 14 de janeiro devido a um surto de gripe que atingiu cerca de 19 mil pessoas. O governador, Andrew Cuomo, autorizou que bebês e crianças sejam vacinados por farmacêuticos.

De acordo com os dados oficiais, 28.747 casos de gripe foram registados nos Estados Unidos durante este inverno, provocando a morte de 20 crianças. As autoridades calculam que o número de vítimas pode ser mais elevado, pois há pacientes que não procuram ajuda de médicos e profissionais da área de saúde.

VIAGEM NÃO DEVE SER CANCELADA

Diante do aumento de casos de gripe em alguns estados dos Estados Unidos, o governo brasileiro divulgou orientações para quem está no país ou planeja visitar. De acordo com o Ministério da Saúde, os sorotipos virais que estão circulando, de maneira predominante, nos Estados Unidos e no Canadá são o influenza H3N2 e o influenza B.