‘Vamos ter de viver uma Páscoa de outra forma, orando em casa’

0
171
Procissão que reunia centenas de fiéis será a portas fechadas neste ano

Afirmação é do Padre Rosalvo Frey, pároco da Catedral (Paróquia Anjo da Guarda). Neste ano, diferentemente de anteriores, em que a procissão do Cristo Morto reunia centenas de fiéis, a missa será a portas fechadas, com participação de uma pequena equipe da paróquia. “Não teremos celebrações abertas ao público”, diz Frey.

A medida se dá em virtude da orientação de evitar aglomerações e assim conter a transmissão de coronavírus. “Nunca aconteceu isso, depois de 43 anos de sacerdócio essa é a primeira vez que a igreja ficará sem público”, afirma padre Rosalvo. Houve outras vezes que a chuva impediu a procissão, porém, a Catedral recebia a população para as orações. Neste ano, nem isso será possível.

“No momento que as autoridades sanitárias liberarem a movimentação, vamos retomar as celebrações. Porém, enquanto vigorar o isolamento social, vamos respeitar”, diz ele. “Este ano, vamos ter de viver uma Páscoa de outra forma, orando em casa”, completa.

Celebrações
Mesmo sem a procissão, haverá missa, porém, somente com uma equipe reduzida da Paróquia. Na sexta-feira (10), a missa do Senhor Morto será transmitida pelas rádios Santo Ângelo e Sepé, a partir das 19h. Haverá oração da via sacra dentro da Catedral.
No domingo, às 9h, a missa de Páscoa será transmitida pela Rádio Santo Ângelo e pelo Facebook.

Apesar de não ser possível a participação da comunidade nas celebrações, Rosalvo sugere que as pessoas acompanhem as transmissões e orem em família.

Significado da Páscoa
Rosalvo explica que no Antigo Testamento, no seu aspecto histórico, a Páscoa é a festa que faz a memória da passagem de Deus no Egito para a libertação do povo. No Novo Testamento, é a passagem da morte para a vida – é a Ressurreição de Jesus, que havia sido morto na cruz.

“Para nós, atualmente, esta passagem significa nos libertarmos do pecado, do mal, das injustiças, do orgulho, do egoísmo e da competição. Na medida que vamos nos libertado e vamos em busca de uma vida melhor, em que superamos o ódio pelo amor, a guerra pela paz, aí a Páscoa acontece no nosso dia a dia”, reflete.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here