Vendas aumentam em média 15% nos supermercados com ceia de Natal

0
109

Aves como o peru e o chester estão entre os alimentos mais procurados neste período

As celebrações de Natal e fim de ano, além de proporcionar o encontro de familiares e amigos, também servem para aquecer as vendas no comércio e no varejo. Os proprietários de supermercados em Santo Ângelo, por exemplo, estimam um aumento de 15% na vendas em relação à média dos outros meses do ano. Os estabelecimentos do município contam com uma diversificada linha de produtos para a tradicional ceia de Natal.

Entre os produtos preferidos dos clientes para esta época do ano, destacam-se as aves natalinas, como o chester e o peru, as frutas secas e cristalizadas, os panetones, espumantes, chocolates e doces em calda. Refrigerantes e cervejas também estão entre os produtos mais procurados.

O proprietário do Supermercado e Fruteira São Luiz, Ivanilson Cassol, destaca que no mês de dezembro as vendas têm um aumento de até 15% em relação aos outros meses do ano. “Agora, para o Natal, estamos vendendo um grande número de cestas, panetones, as aves natalinas, como o peru e o chester, e também os refrigerantes e cervejas. Para o final do ano, temos a lentilha, o espumante e a carne suína, que são produtos tradicionais”, diz o proprietário do estabelecimento, que fica localizado na Rua Marechal Floriano, 1790. Ivanilson explica que, em relação ao ano passado, o preço das aves natalinas teve um acréscimo no valor, que fica entre 10 e 12%.

Na mesma linha, o proprietário do Supermercado Cripy, Dari Barichello Zanuso, acredita em um acréscimo nas vendas em torno de 15%. “Neste ano, particularmente, eu acredito que será um pouco além dos outros anos, com um acréscimo próximo de 15% de vendas em relação à média dos outros meses do ano”, disse.

Quanto ao Natal do ano passado, Dari Zanuso apontou que haverá um aumento de 5% nas vendas em seu estabelecimento, que fica localizado na Rua Sete de Setembro, 205. “O número 1 em vendas nestas duas últimas semanas são os bombons, refrigerantes, cervejas e carnes. Os doces em calda, creme de leite e leite condensado também vendem bem. E, na semana de final de ano, a lentilha tem um aumento significativo nas vendas e os espumantes”, declarou.