Vereadores defendem a implantação do Projeto que concede transporte gratuito aos estudantes de Santo Ângelo

0
120

Matéria é de autoria do vereador Diomar Formenton e foi encaminhada como sugestão ao Poder Executivo

A sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Santo Ângelo, realizada nesta semana, dia 16, esteve tomada pela presença de estudantes e de entidades ligadas à área da educação. A solicitação dos jovens foi pelo encaminhamento do projeto sugestão que dispõe sobre o programa “Aluno na Escola”.
A iniciativa, subscrita pelo vereador Diomar Formenton e elaborada em conjunto com as entidades estudantis, trata da concessão de transporte gratuito a todos os alunos do município, sejam do ensino fundamental, médio, pós-médio ou do ensino superior.
Durante a sessão, antes da leitura da matéria, o Presidente da Casa, Gilberto Corazza, permitiu que entidades estudantis falassem sobre o tema. Ao se pronunciar, Jordam Ariel Siqueira, Presidente da União da Juventude Socialista de Santo Ângelo, pediu apoio aos edis e pontuou maneiras de viabilizar a iniciativa. Segundo ele, o município pode seguir o exemplo da cidade de Santo Rosa, que subsidia 50% do programa com recursos próprios e permite que o restante dos custos seja pago por empresas parceiras que, em contrapartida, recebem descontos em impostos.

O QUE DIZ O PROJETO
A ideia, conforme explicou o vereador Diomar Formenton, é implantar no município um projeto semelhante ao programa “Viva Escola”, já em vigor em Santa Rosa. A iniciativa possibilita o transporte escolar gratuito para todos os estudantes que residam no município, desde que o aluno more a mais de 1 Km de distância de sua instituição de ensino.
Para a formatação do projeto sugestão, o edil contou com a colaboração de estudantes e entidades estudantis. Conforme o texto encaminhado ao Poder Executivo, para viabilizar a iniciativa, a Administração Municipal poderá firmar convênio com a empresa concessionária do transporte coletivo urbano. Segundo o projeto, caberá à Secretaria Municipal de Educação administrar o programa, sendo ela a responsável pelo cadastro, controle, efetivação e fiscalização do projeto.
“Ficamos muito contentes com a grande participação dos estudantes, que apresentaram sugestões, críticas e, sobretudo, mostraram o desejo e a necessidade da participação ativa do jovem para a construção de uma sociedade melhor. Acreditamos que com a execução deste programa, Santo Ângelo estará avançando no aprimoramento e na valorização da Educação”, ressaltou Formenton.

PROJETO FOI ENCAMINHADO COMO SUGESTÃO
Por ser uma iniciativa que gera ônus aos cofres do município, o projeto, para ser legal, precisa ser apresentado pelo Poder Executivo. Sendo assim, a Câmara de Vereadores encaminhou a matéria como sugestão.
Segundo informou o vereador Formenton, a expectativa é que nos próximos dias seja agendada reunião com o prefeito de Santo Ângelo, alunos e vereadores para tratar sobre as possibilidades de execução do projeto.