Vereadores prestam homenagem aos provedores, colaboradores e parceiros do Hospital Santo Ângelo

0
87

Reconhecimento buscou lembrar pessoas importantes para a recuperação da casa de saúde

A Câmara de Vereadores de Santo Ângelo realizou na segunda-feira (16), uma sessão especial que homenageou colaboradores, provedores e parceiros do Hospital Santo Ângelo. O ato teve como objetivo reconhecer o empenho e o trabalho de pessoas que assumiram um papel fundamental para a manutenção e reestruturação da casa de saúde.

Na ocasião foram reconhecidas as ações de Pastor Reinaldo Santos e Silva (então deputado federal), Idair dos Santos e Silva, ex-presidente do Sindisaúde; os deputados federais Osmar Terra (representado pela vice-prefeita Nara Damião), Darcísio Perondi e Vieira da Cunha; o deputado estadual e ex-secretário de Saúde, Ciro Simoni (representado pelo médico Lói Roque Biacchi); o ex-deputado estadual e hoje conselheiro do Tribunal de Contas, Adroaldo Loureiro (representado por Pedro Grass); o ex-prefeito Eduardo Debacco Loureiro, assim como os provedores que passaram pela casa de saúde, Ataídes Reis Brum, Velci Machado, Luiz Vilmar Denardin e o atual provedor Bruno Hesse.

MANIFESTAÇÕES

Em nome do Legislativo se pronunciou o vereador Vando Ribeiro (PMDB) que lembrou as dificuldades pela qual passou a instituição e parabenizou todos aqueles que não mediram esforços para que a casa de saúde se recuperasse. “Houve quem defendesse a ideia de fechamento do nosso Hospital. No entanto, o ex-prefeito Eduardo Loureiro ao assumir repassou uma verba de R$ 800 mil para colocar em dia os salários dos funcionários do hospital”, lembrou Vando.

O deputado federal, Darcísio Perondi, por sua vez, salientou que Santo Ângelo foi gigante diante do desafio de recuperar o hospital, assim como destacou o trabalho dos vereadores e a ação ousada do ex-prefeito Eduardo Loureiro, ao liderar a articulação política para reverter esse processo. Salientou ainda o empenho do presidente do Sindisaúde, Idair dos Santo da Silva. “Santo Ângelo é um caso de sucesso que serve de exemplo para outras cidades que enfrentam problemas semelhantes”, frisou.

Já Eduardo Loureiro lembrou a parceria e determinação de lideranças políticas locais e regionais, além do empenho de funcionários para a reestruturação do Hospital Santo Ângelo. “Talvez a maior homenagem que possamos fazer para a instituição neste momento é o de reafirmar nosso compromisso em continuar trabalhando para manter e desenvolver ainda mais essa casa de saúde.” Também destacou que a administração municipal passou mais de R$10 milhões para instituição e frisou como fundamental a profissionalização da gestão com a assessoria do Hospital Mãe de Deus de Porto Alegre.

Bruno Hesse, atual provedor do HSA, falou dos avanços e dos projetos a serem executados pela casa de saúde e do aumento de 31 serviços prestados, passando de 14 para 45 modalidades. “Contamos hoje com uma UTI Adulta – Tipo 2, uma UTI Neonatal, possuímos um moderníssimo centro cirúrgico, com seis salas de cirurgia e 12 leitos de recuperação. Reformamos a Unidade de Psiquiatria, o Pronto de Atendimento, reestruturamos e implantamos a Farmácia Hospitalar e investimos, por meio de emendas parlamentares, cerca de R$ 1,5 milhões na aquisição de novos e modernos equipamentos”, afirmou Hesse.

CRISE FINANCEIRA

Em 2005 o Hospital Santo Ângelo enfrentava sérios problemas, dentre eles dívidas com fornecedores e salários atrasados. Na época, lideranças locais, estaduais e federais, sob a articulação do então prefeito Eduardo Loureiro, uniram-se para que a situação pudesse ser revertida e o hospital voltasse ao seu funcionamento pleno.

ESTRUTURA

Atualmente, o hospital assumiu o papel de referência na região. A unidade possui mais de 170 leitos hospitalares, centro cirúrgico, centro obstétrico e uma moderna unidade de tratamento intensivo. Mensalmente são realizados aproximadamente 4.500 atendimentos ambulatoriais e mais de mil internações.

Recentemente, o Ministério da Saúde divulgou um ranking referente aos hospitais que mais atendem o SUS e Santo Ângelo está entre os 15 maiores. “Esse resultado se dá em função da qualidade e da abundância dos serviços. Só nesse final de semana o hospital atendeu mais de 700 pacientes”, comentou o provedor Bruno Hesse.