Vereadores rejeitam veto ao projeto que regulamenta o tráfego de veículo dos CFCs

0
97

Justificativa é de que projeto vai contribuir com o andamento do trânsito nas horas de pico

A Câmara de Vereadores de Santo Ângelo votou, nesta semana, o veto vindo do Executivo Municipal referente ao projeto de lei que regulamenta o tráfego de carros dos Centros de Formação de Condutores (CFCs) do município.

Para o Executivo, a matéria padece de vício de origem, contudo, grande parte dos vereadores se mostrou contrária ao parecer, rejeitando o veto por maioria de votos.
O período previsto no projeto, que restringe a circulação de veículos de autoescolas, compreende os horários de maior pico, nos perímetros entre a Rua Tiradentes, Avenida Getúlio Vargas, Barão de Santo Ângelo e Venâncio Aires.

Ao justificar a proposta, o vereador proponente da matéria, Everaldo de Oliveira (PDT), ressaltou os transtornos gerados pelo trânsito lento. Para o vereador, essa é uma medida simples que irá colaborar com a comunidade, principalmente com aquela população que estuda e trabalha e conta com pequenos intervalos, os quais muitas vezes são desperdiçados em virtude do trânsito.

A partir do projeto, os CFCs só não poderão circular no período compreendido pelo projeto das 11h30min às 13h30min e à tardinha, das 18 às 19h. Nas demais ruas e avenidas os veículos dos CFCs poderão trafegar normalmente.