Verzeri lança campanha de combate à dengue com distribuição de semente de Crotalária

0
129

Lançamento da campanha ocorreu na manhã de ontem, paralelamente à palestra realizada pela Vigilância

Na manhã de ontem o Colégio Teresa Verzeri deu mais um passo no combate ao mosquito Aedes aegypti. Alunos do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio participaram de uma palestra ministrada pelo coordenador da Vigilância em Saúde do município de Santo Ângelo, Ubiratan Alencastro. Em seguida, por iniciativa própria do colégio, os alunos receberam sementes de Crotalária, uma planta que atrai a libélula, principal predador natural do mosquito causador da dengue e demais doenças.
A coordenadora pedagógica Disraeli Ganzer destacou o trabalho do colégio Verzeri: “realizamos esta primeira etapa de palestras porque estamos preocupados com o avanço de todas as doenças que o Aedes aegypti está causando para os seres humanos. Lançamos então, a ideia de distribuir para todos os nossos alunos a semente de Crotalária, para que eles façam o plantio. Eles vão aprender a cuidar dessa planta que atrai as libélulas, e elas, como carnívoras, colocam os seus ovos no mesmo local em que o mosquito transmissor da dengue e, com isso, devora as larvas do Aedes”, explica.
Nos próximos dias, todos os alunos da escola vão receber orientações sobre o combate à dengue e receberão sementes de Crotalária para fazer plantio.
De acordo com Ubiratan, da Vigilância em Saúde do município, a pasta está realizando estas palestras na maioria das escolas de Santo Ângelo. “Queremos passar em todas as escolas falando sobre os cuidados, o combate e prevenção à dengue. Temos que pensar de forma coletiva e os alunos estão nos dando esse retorno com uma boa participação. A população também já está tendo uma mudança de conduta com relação aos cuidados que devemos tomar”, conta.

A CROTALÁRIA
A Crotalária é uma planta que atrai a libélula, predador natural do Aedes aegypti. O engenheiro agrônomo Cláudio Gotardo explica que o inseto pode eliminar o Aedes aegypti quando ele já é adulto ou ainda em forma de larva. “Essa libélula vai fazer suas posturas em água limpa, igual ao Aedes e a larva da libélula se alimenta da larva do mosquito e a libélula adulta se alimenta também do mosquito adulto”, afirma o engenheiro agrônomo.
Para atrair os insetos, a planta tem que produzir flores e a florada acontece de 90 a 120 dias.