Arbapesa é homenageada na Câmara pelos seus 25 anos

0
122

 Numa proposição do vereador Paulo Azeredo (PMDB), foi homenageada pela passagem dos seus 25 anos de fundação, completados na segunda-feira (12), a Associação Regional Beneficente dos Aposentados e Pensionistas de Santo Ângelo (Arbapesa). A Mesa de Honra da Sessão Especial foi composta pelo presidente da Arbapesa, Alcides Bazzana, seu vice-presidente, Verci Antunes Ferreira e o secretário Mário Arno Hesse.

O presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Azeredo (PMDB), falou em nome dos edis, saudando os convidados e ressaltando a importância do trabalho realizado pela Arbapesa nestes 25 anos, a qual, segundo ele, tem atendido idosos e aposentados nas mais variadas necessidades, tais como auxílio médico, odontológico, assistencial, entre outros serviços prestados pela entidade.

Paulo salientou que a Arbapesa vive dos recursos auferidos junto aos seus associados e sem ajuda governamental. Ele também lembrou a luta da entidade pelos direitos dos aposentados junto ao Poder Público e as promessas que são feitas à classe por políticos dos mais variados partidos e que não são cumpridas, gerando falsa esperança entre os idosos.

Para Paulo Azeredo, é preciso tratar o idoso com dignidade. Ele convocou todos os colegas vereadores para serem parceiros nas causas da Arbapesa e citou como meta, a construção em Santo Ângelo da “Casa do Idoso”, para o atendimento daqueles que não tem como pagar um retiro ou uma pousada.

Logo após, o presidente da Arbapesa, Alcides Bazzana, recebeu do presidente do Legislativo uma placa alusiva aos 25 anos da entidade. Alcides agradeceu de forma emocionada, partindo para a tribuna do Plenário para explanar aos presentes. Em seu discurso, o presidente da Arbapesa se disse muito feliz com a homenagem prestada e agradeceu “de coração” todo o trabalho que a Casa Legislativa tem feito em prol dos aposentados e da Arbapesa.

Muito emocionado, Bazzana ressaltou o carinho que tem entre os aposentados e passou a palavra ao secretário da entidade, Mario Hesse.
O secretário Hesse fez questão de agradecer a homenagem e o que foi feito pela Casa Legislativa em favor dos aposentados. Mário lembrou em seu discurso um pouco da trajetória da entidade e seu caráter regional e estadual, citando números dos atendimentos prestados, tais como as centenas de pessoas que foram recebidas na Casa de Passagem mantida pela Arbapesa. Para ele, a grande luta hoje é para que o idoso tenha uma vida digna e possa ser honrado. Para tanto, segundo ele, é preciso que o idoso e o aposentado sejam reconhecidos pelas autoridades e tenham direito a pelo menos o mesmo percentual de aumento que os trabalhadores da ativa, referindo-se as diferenças entre os reajustes do salário mínimo. Para finalizar, disse, “se nós aposentados, fizermos uma ‘greve do voto’, daí garanto que as autoridades irão nos enxergar”. Mário convocou os vereadores para pressionar seus pares no Congresso Nacional para votarem contra o Fator Previdenciário e uma série de políticas “perversas” contra os aposentados.