Santo Ângelo poderá implantar IPTU Ecológico

0
119

Com o objetivo de fomentar medidas que preservem o meio ambiente, o vereador André Marques (PDT) apresentou na última semana projeto de lei que estabelece o chamado “IPTU Ecológico” no município.

Em síntese o projeto isenta, totalmente e parcialmente, do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) os proprietários de imóveis considerados de interesse ambiental pelo setor municipal responsável por essa área.

O benefício tributário deve ser concedido para proprietários de terrenos localizados às margens de nascentes e banhados, a donos de áreas de preservação permanente, de áreas de interesse social, áreas com árvore imunes a cortes, áreas com função de proteger sítios de excepcional beleza ou de valor de extinção, dentre outras características que reconheçam o imóvel como sendo de interesse ambiental.

De acordo com o projeto, o Conselho Municipal do Meio Ambiente – Comdema, estabelecerá os parâmetros técnicos para determinar os coeficientes de valores para isenção, que terão de 10 % a 100% do valor do imposto.

Para o vereador André Marques, a iniciativa visa, dentre outros aspectos, o incentivo de ações que preservem o meio ambiente. “Precisamos disponibilizar mecanismos que estimulem o cuidado com o meio ambiente. Penso que esse projeto seja exatamente isso, um incentivo à preservação ambiental”, reiterou Marques.

O projeto, aprovado por unanimidade na Câmara de Vereadores de Santo Ângelo, aguarda a aprovação do Executivo Municipal.