Tânia Biacchi anuncia saída da Secretaria de Saúde

0
119

 Em entrevista nesta quarta-feira (30) ao programa Rádio Visão, da Rádio Santo Ângelo, a secretária de Saúde, Tânia Biacchi, anunciou oficialmente sua saída da pasta. Durante conversa com o radialista Paulo Renato Ziembowicz, Tânia disse que apesar da difícil decisão, esse não é um momento de tristeza, mas sim de alegria.

A secretaria afirmou que a medida foi necessária por motivos pessoais, e não por questões político-partidárias, revelando que seus pais de 83 e 87 anos, que moram em Tramandaí, enfrentam problemas de saúde e precisam de uma maior atenção.

Tânia também revelou que quer ter mais tempo para cuidar da filha e a neta. “Eu iria sair em março para concorrer à Câmara de Vereadores, mas achei por bem antecipar essa decisão. Isso vai facilitar que o novo secretário possa ter tempo hábil para se inteirar de todo o processo administrativo da pasta”, frisou.

Emocionada, agradeceu ao prefeito Eduardo Loureiro, ao vice-prefeito Adolar Queiroz e ao PDT pela oportunidade, lembrando os seus anos atuando na Secretaria de Assistência Social e sua experiência na Secretaria de Saúde. “Achei por bem parar agora, pois são 37 anos de profissão. Saio do cargo no município, mas não da vida pública, pois pretendo continuar trabalhando pela comunidade na vigilância ambiental e nutricional do município, na Pastoral da Criança e em outras frentes”, salientou.

Na entrevista, Tânia falou do seu trabalha à frente da Secretaria de Saúde, que segundo ela atende uma média de 700 a mil pessoas por dia. Também revelou que hoje são 400 profissionais atuando na Secretaria de Saúde. E, por fim, em tom de despedida agradeceu ao funcionário efetivo Hilário Zancan e à coordenadora Valdeci Braga, citando-os como exemplos positivos de servidores públicos.

ATAQUES

Indagada pelo entrevistador sobre problemas internas com companheiros de partidos que fizeram ataques injustos, no chamado “fogo amigo”, Tânia disse que não cabia a ela comentar essas questões, mas sim serem avaliadas pelo partido. “Ao longo da minha história na vida pública tenho trabalho na defesa do interesse da nossa comunidade e não para o benefício pessoal”, completou. Também colocou seu nome à disposição do PDT para concorrer a uma vaga na Câmara de Vereadores em 2012.

 

Dois nomes são cotados para assumir a Secretaria

Enquanto não é definido o nome do novo titular da Secretaria Municipal de Saúde (definição deve ocorrer até o final do ano), quem passa a responder pela pasta é a secretária-adjunta Andréia Bernardes, enfermeira e que está na secretaria desde 2005.
Para a titularidade da pasta, nos bastidores se fala em duas pessoas cotadas para assumir: a ex-secretária da Educação e do Turismo, Rosa Severo, e o chefe do Posto da 22 de Março, o médico Cesar Goettems.