Valdir Andres: “Queremos colocar em prática um grande projeto de retomada do crescimento”

0
106

Candidato fala de seus projetos de campanha para administrar o município

Jornalista, radialista e bacharel em Direito, Valdir Andres é fundador do Jornal A Tribuna e das rádios Sepé Tiaraju AM e Nova FM. Foi vereador, vice-prefeito e prefeito de Santo Ângelo. Segundo ele próprio afirma, em sua gestão, enquanto prefeito, “as obras e os projetos realizados foram tão impactantes, que mudaram a cara da cidade e melhoraram a vida das pessoas, terminando o mandato com 90% de aprovação popular”. Foi deputado estadual por três mandatos, secretário de Estado de Minas, Energia e Comunicações e diretor administrativo do Banrisul. Casado com Zilá Andres, tem quatro filhos e cinco netos.

JORNAL DAS MISSÕES – Por que o senhor quer ser prefeito de Santo Ângelo?
VALDIR ANDRES – Queremos administrar Santo Ângelo para modificar muitas coisas que precisam de mudanças urgentes. Queremos colocar em prática um grande projeto de retomada do crescimento econômico e de desenvolvimento social para fazer de nossa cidade uma cidade melhor pra viver, uma cidade que tenha saúde ao alcance das pessoas, que tenha educação de qualidade, que gere muito empregos e que cresça também em qualidade de vida. Enfim, queremos uma vida melhor para todos nós.

JM – Quais são seus principais projetos para o município?
ANDRES – São inúmeros os nossos projetos, mas os principais se focam no desenvolvimento da cidade e na melhoria de vida das pessoas. Envolve a criação de empregos, abertura de novos mercados, atração de investimentos, captação de recursos. Envolve o fomento às empresas locais para o crescimento e expansão, a criação de 2 novos distritos industriais, hidrelétrica, entre outros e investimentos para termos educação com mais qualidade, condizente aos novos tempos e sobretudo saúde com gestão e atendimento que coloque sempre o ser humano em primeiro lugar.

JM – Quais as suas propostas para a educação, em especial a educação infantil?
ANDRES – Vamos dobrar a quantidade de vagas nas creches e construir Unidades de Educação Infantil com serviços de berçário e atendimento até os seis anos. Nosso plano prevê qualificação dos profissionais e melhorias no Plano de Carreira. Vamos ampliar o número de escolas com tempo integral e implantar metodologias de ensino inovadoras, capazes de preparar os alunos para os desafios da vida adulta.

JM – Em relação à saúde, que ações o senhor pretende desenvolver para melhorar o atendimento à população?
ANDRES – Vamos acabar com as filas; vamos facilitar e humanizar o acesso aos serviços. Vamos ampliar a rede básica com equipes de Saúde da Família até atender 100% da população; implantar o sistema de agendamento de consultas e exames com uma central informatizada acessada em todos os Postos de Saúde; vamos ampliar o horário de atendimento nos Postos e manter plantão das farmácias até 22h e nos fins de semana.

JM – Santo Ângelo se consolidou nos últimos anos, como uma cidade com grande potencial de turismo de eventos, a partir de atrações como o Carnaval de Rua, o Festival Cidade das Tortas, o Festival Canto Missioneiro, o Santo Ângelo em Dança, entre outros. Que ações pretende desenvolver para atrair mais turistas para o município?
ANDRES – Vamos fortalecer os eventos já consolidados, destacando-se ainda a Fenamilho e criar novos projetos. Nosso plano prevê incentivos para fazer da Semana Farroupilha um evento que divulgue o município e atraia visitantes. Queremos realizar o Carnaval de Rua em duas noites e promover eventos esportivos de caráter regional e estadual. Em parceria com a URI, o Iesa e a Uníntese queremos fazer de Santo Ângelo uma referência em congressos, jornadas e simpósios na área do conhecimento.

JM – É sabido que os municípios dispõem de orçamento apertado para a execução de obras, como as de infraestrutura. De que forma o senhor pretende lidar com a limitação orçamentária e, mesmo assim, investir no município?
ANDRES – Vamos fazer uma gestão eficiente dos recursos públicos, fazendo mais e gastando menos. Para isso, vamos utilizar toda nossa experiência e os apoios que temos nas esferas estadual e federal, além de manter equipes para captação de recursos. Temos muitos projetos, como saneamento, hidrelétrica, o anel rodoviário que ligará a zona Norte com o Bairro Alcebíades Oliveira e a construção de dois Distritos Industriais e construção de muitas moradias.

JM – Um dos problemas enfrentados pelas grandes cidades – e entre elas Santo Ângelo – é a mobilidade urbana. Que ações pretende desenvolver para melhorar esse aspecto em nosso município?
ANDRES – Nosso plano de governo prevê a implantação de terminais de ônibus, a ampliação de itinerários do transporte urbano, o anel rodoviário que interligará todas as regiões da cidade, a criação de ciclovias e de estacionamentos públicos, um cuidado permanente com as condições do asfalto e dos calçamentos e o aumento de ruas pavimentadas/calçadas nos bairros. Queremos, acima de tudo, tornar Santo Ângelo uma cidade com mais acessibilidade.

JM – Que ações pretende desenvolver para atrair novos investimentos da iniciativa privada e manter os atuais?
ANDRES – Vamos fomentar o microcrédito e criar um fundo de aval aos pequenos empreendedores e microempresas. Seremos parceiros da iniciativa privada, estimulando o crescimento das empresas existentes e atraindo novos investimentos. Já definimos ações estratégicas que incluem uma articulação competente, incentivos fiscais e logísticos. Vamos implantar dois novos distritos industriais e a hidrelétrica do rio Ijuí, entre muitos outros projetos.

JM – Qual o seu projeto de governo em relação ao meio ambiente, principalmente em relação à preservação do arroio Itaquarinchim?
ANDRES – Na gestão ambiental e do saneamento, vamos ampliar a rede de esgoto e resolver o problema do lixo. Vamos cadastrar as fontes poluidoras e áreas de preservação, implantar a recuperação e o reflorestamento das margens do Itaquarinchim e dos demais rios e arroios do município. Vamos criar o Parque Ecológico do Itaquarinchim com espaço para educação ambiental, lazer, atividade física e turismo. Vamos trabalhar para despoluí-lo, evitar construções irregulares no seu entorno e melhorar a qualidade da água que bebemos.