Bike Patrulha reforça o trabalho da BM no centro e em praças

0
114

Serviço tem dado mais agilidade no combate aos crimes praticados em Santo Ângelo

 A Bike Patrulha, policiamento realizado pela Brigada Militar (BM) com o uso de bicicletas, se tornou uma grande arma para amparar o trabalho dos militares, principalmente no centro e em praças. Em Santo Ângelo, este tipo de policiamento já existe desde 2009.

Os policiais ciclistas atuam no atendimento de acidentes, fiscalização do trânsito, no combate aos furtos no comércio e na população, entre outros.

Segundo o comandante do Pelotão de Operações Especiais (POE), Tenente Joaquim Monteiro, a Bike Patrulha é formada por duas duplas e quatro bicicletas, que percorrem a região central de Santo Ângelo, nos horários de maior movimento (manhã e tarde). “A bicicleta traz maior mobilidade ao policiamento ostensivo. Em alguns casos, ela chega até mais rápido no local de uma ocorrência do que uma viatura”, afirma Monteiro.

A agilidade nos atendimentos é um dos grandes diferenciais das “magrelas”. Para o comandante do POE, a rapidez, a mobilidade e a visibilidade fazem com que o trabalho dos policias seja mais efetivo. “As pessoas que estão fazendo compras no centro, ficam mais seguras ao ver os PMs da Bike Patrulha. Eles conseguem verificar qualquer anormalidade de longe e chegar mais rápido. Isso é possível seguindo as regras de circulação normal no trânsito, que são muito observadas pelos nossos militares ”, explica.

QUANDO SURGIU A BIKE PATRULHA

Este tipo de patrulhamento foi importado do Canadá nos anos 90. Para serem bikers, os policiais passam por um intenso curso de formação, onde são avaliadas a aptidão física e a saúde do profissional, além do treinamento em técnicas de patrulhamento ostensivo e primeiros socorros.