Caminhoneiro dado como desaparecido é localizado

0
153

O caminhoneiro Roberto Antonio Casarotto, 40 anos, que havia sido dado como desaparecido pela família, inclusive com registro policial efetuado na tarde de quinta-feira (15), entrou em contato nesta sexta-feira com os familiares. Conforme seu pai, Wilson, o filho teria dito que se perdeu em São Paulo, na segunda-feira (12), e ficou com problemas no celular, impossibilitando que a família pudesse contatá-lo. O pai afirma, agora, que o filho está bem. 

Na tarde de quinta-feira (15), na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Santo Ângelo, a família havia registrado o seu desaparecimento.

Conforme o pai Wilson, Roberto saiu sexta-feira (9) de Santo Ângelo, vindo do Chile, foi até o Rio de Janeiro descarregar uma carga, e rumou a São Paulo com a carreta vazia, onde carregaria novamente para voltar ao Sul.

Roberto viajava com mais dois colegas, cada um em um caminhão. Na segunda-feira à tarde, quando estava em São Paulo, Roberto teria ligado para os colegas avisando que estava arrumando um pneu e que os alcançaria depois em um posto de combustíveis. Segundo o pai Wilson, os outros caminhoneiros esperaram Roberto até terça-feira ao meio dia, e este não apareceu. Por várias vezes tentaram contatá-lo, sem sucesso, o que motivou o registro de seu desaparecimento.

Quando entrou em contato, na tarde desta sexta-feira, Roberto estaria em Guarulhos.