DPCA investiga professor que teria abusado de três alunos deficientes auditivos em escola estadual

0
81

Segundo a 14ª Coordenadoria Regional de Educação o professor está afastado temporariamente

 A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) abriu inquérito policial para investigar um suposto abuso sexual cometido por um professor a três alunos de uma escola estadual de Santo Ângelo.

Segundo a delegada Elaine da Silva, a denúncia foi feita pela mãe de um dos alunos. As vítimas são três adolescentes com deficiência auditiva, com idades de 13, 14 e 17 anos.
Conforme a mãe denunciante, o assédio teria ocorrido durante uma festa, na casa de um dos alunos, após a exibição de um filme pornográfico. O professor está afastado temporariamente.

A DPCA já nomeou um intérprete de libras de outro município para a tradução dos depoimentos para a oitiva. Depois, o inquérito será encaminhado ao Judiciário.