Empresas coletoras de leite podem ter aplicado um golpe de R$ 15 milhões em agricultores

0
89

Quatro empresas são investigadas pela Polícia Civil por terem recolhido e não pagado a produção leiteira de dez produtores de leite de Santo Ângelo. Conforme o delegado Heleno dos Santos, os produtores eram atraídos pela oferta de um preço pago por litro superior às empresas tradicionais. “No final elas acabavam pagando um preço bem inferior ou não pagavam nada”, afirma o delegado.

Santos disse que as estas empresas coletavam o leite nas propriedades do interior e repassavam para outras grandes empresas que processavam o produto. “As coletoras recebiam o dinheiro do leite das processadoras mas não repassavam aos agricultores”, disse.

Uma das empresas investigadas teria faturado em 2012 em torno de R$ 3 milhões, porém, segundo o delegado Heleno dos Santos, o faturamento de todas elas pode ter chegado a R$ 15 milhões. Outras teriam ressarcido os prejuízos aos agricultores. “Mas se ficar comprovado o golpe isto não vai aliviar a pena das empresas, poderá apenas atenuar, ou seja, diminuir a culpa”, enfatiza.

Conforme alguns agricultores, eles ficavam sem receber até quatro meses o valor que tinham direito. As investigações só devem ser concluídas daqui a 30 dias. Agricultores que foram vítimas deste golpe e que ainda não registraram ocorrência poderão procurar a Delegacia de Polícia ou ligar para o telefone: (55) 3313-4305.