Filho do prefeito de Santa Rosa está desaparecido desde o final de janeiro

0
129

Cristiano Vicini tem 36 anos. Polícia diz que não há indícios de crime

Cristiano Alcides Vicini, 36 anos, filho do prefeito de Santa Rosa, Alcides Vicini (PP), está desaparecido desde o dia 29 de janeiro, quando foi visto pela última vez na estação rodoviária de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, onde reside. De acordo com o titular da 1ª Delegacia de Polícia de Santa Rosa, delegado Ubirajara Daniel Diehl Júnior, não há suspeitas de crime contra Cristiano, que foi deixado por um mototaxista na rodoviária da cidade catarinense e depois não foi mais visto. “Não há nada que indique que tenha sido levado por alguém. A principal suspeita é de que tenha fugido”, afirmou o delegado, em entrevista ao JM.

A ocorrência de desaparecimento havia sido registrada na DP de Balneário Camboriú no último dia 10. A Prefeitura de Santa Rosa diz em nota que o prefeito Alcides Vicini – em período regular de férias até 3 de março – e seus familiares estão na cidade catarinense acompanhando a investigação policial.

O delegado Ubirajara Diehl disse ao JM que a 1ª DP de Santa Rosa está auxiliando nas investigações e que recentemente, durante três dias, cinco integrantes do setor de investigação permaneceram na cidade catarinense. “Todos conheciam Cristiano, de quando ele morava em Santa Rosa, e isso ajuda a tornar o trabalho menos complicado, por eles terem uma ideia mais próxima do modo como ele eventualmente pode estar agindo”, analisou. Na visão do delegado, algo que dificulta o trabalho é que Cristiano desapareceu sem portar documentos de identificação.

Esta não foi a primeira vez que Cristiano desapareceu. O delegado conta que em 2012 o filho do prefeito desapareceu em Santa Rosa e foi localizado sete dias depois, num hotel de Balneário Camboriú. Informações sobre o paradeiro de Cristiano podem ser repassadas à 1ª DP, pelo fone (55) 3512-5911, ou à polícia catarinense, pelo (47) 3363-5676.