Funcionário público de 58 anos é executado a tiros no centro de Ijuí

0
98

Um homicídio ocorrido por volta das 18h30 desta quarta-feira (25), no centro de Ijuí, chocou a comunidade.

Jorge Luiz Furlanetto, 58 anos, funcionário do Ministério do Trabalho de Ijuí, também ligado ao Lions Clube e Grupo de Escoteiros, foi executado por um desconhecido que tripulava uma motocicleta e fugiu após efetuar quatro disparos contra a vidraça da janela da caminhonete da vítima.

Os tiros foram dados assim que a esposa do motorista desceu para apanhar o filho na escola, na Rua Floriano Peixoto. Ela teria presenciado o momento em que o autor atirou e fugiu.

Outros pais de alunos que aguardavam pelos filhos contaram que Jorge Furlanetto estacionou a caminhonete Fiat Strada, branca, placas IQJ-5780 em frente à Escola de Idiomas CCAA e que em seguida foi surpreendido por um homem de capacete.

Relataram que o desconhecido deixou uma motocicleta do outro lado da rua, se dirigiu a caminhonete e atirou pelo menos quatro vezes, sem que o vidro fosse aberto.

As mesmas pessoas afirmaram que o autor dos disparos atravessou a rua novamente, subiu em sua motocicleta e fugiu pela contramão, em direção à Rua 13 de Maio.

Bombeiros agiram rápidos e socorreram Furlanetto ainda com vida, mas ele morreu pouco depois no Pronto Socorro do Hospital de Caridade.

A Assessoria de Imprensa do Hospital informou que a equipe médica tentou reanimar o paciente, em parada cardiorrespiratória, mas sem sucesso.

Ainda confirmou que os médicos retiraram dois projeteis da região torácica do paciente.

A Polícia Civil não confirma, mas já teria suspeito para o crime. Pela maneira como o assassino atacou a vítima, sem que o vidro do motorista fosse aberto e depois que mulher desceu, a polícia não descarta a hipótese de execução.

O local foi isolado para a perícia. O corpo passará por necropsia no Posto Médico Legal de Ijuí.