Homem confessa ter degolado esposa e ocultado cadáver em Catuípe

0
121

Casal, de 24 e 25 anos, morava em Giruá

A Polícia Civil localizou por volta das 15h desta quarta-feira (23), o corpo de Karen Santana Ramires, 25 anos, desovado em um poço localizado na localidade de Rincão dos Neves, interior de Catuípe.

A jovem que trabalhava em um restaurante no município de Giruá estava desaparecida desde a manhã de segunda-feira.

O suspeito da morte é o companheiro de Karen, o servente de pedreiro Tiago Rafael Antunes da Veiga, 24 anos. Foi ele mesmo quem levou a polícia até o local do crime. Ele confessou a autoria do homicídio seguido de ocultação do cadáver.

Conforme o delegado Rogério Junges, depois de degolar a companheira com uma faca e desová-la em um poço de aproximadamente seis metros de profundidade – fato que teria ocorrido na manhã de segunda – Tiago teria ido até a Delegacia de Polícia de Giruá por volta das 13h para registrar o seu desaparecimento.

Naquela ocasião, informou que a jovem saiu de casa pela manhã para marcar uma consulta no posto do INSS e não mais retornou. “A polícia estranhou e iniciou uma investigação a fim de descobrir o que havia acontecido. Assistimos as imagens das câmeras espalhadas ao longo do possível caminho que Karen teria percorrido para chegar ao INSS e percebemos que ela não havia passado por aqueles pontos”, disse o delegado.

Tiago, então, foi procurado pela polícia nesta quarta-feira para dar mais esclarecimentos e acabou confessando o homicídio. “Ele disse que levou a companheira de moto até este poço e cortou o seu pescoço com uma faca”, falou Junges.

O suspeito justificou o crime afirmando que matou a jovem por se sentir pressionado por ela. “Tiago nos contou que Karen queria saber qual é a verdadeira doença que a mãe dele possui e ele sempre enrolava dizendo que era câncer, quando a suspeita era de que fosse aids. Ele imaginava que se falasse a verdade, ela poderia pensar que o companheiro também teria a doença e abandoná-lo”, contou o delegado.

O homem, que não possui antecedentes criminais, foi encaminhado à Penitenciária Modulada de Ijuí, onde deverá ficar à disposição da justiça.