Pelotão de Operações Especiais realiza treinamento tático

0
88

Segundo o comandante do POE, tenente Joaquim Monteiro, objetivo é manter o efetivo preparado

O Pelotão de Operações Especiais (POE) do 7º Regimento de Polícia Montada de Santo Ângelo, realizou um treinamento tático visando manter-se condicionado para o atendimento de ocorrências de maior risco na área de sua abrangência, que é em 11 municípios.

O treinamento, corrido na última terça-feira (11), foi de educação física, isolamento e preservação de local de crime, primeiros socorros, progressão tática, técnicas de combate urbano, direção evasiva, invasão de local hostil, resgate de feridos e tiro tático policial.

Participaram 31 policiais do POE, sendo seis mulheres. Uma delas é a soldado Letícia Fonseca, que afirma que não há diferença no treinamento de homens e mulheres. “O treinamento até deixa os colegas masculinos mais tranquilos em situações de risco. Treinamos as mesmas ações, sem diferenças”, diz.

Letícia já trabalhou no POE em Passo Fundo. Ela também trabalhou no Pelotão Central e no Presídio Central de Porto Alegre. Em 2005 veio para Santo Ângelo.

O comandante do POE, tenente Joaquim Monteiro, frisa a importância do treinamento constante. “É para manter o efetivo sempre preparado para dar a melhor resposta para a sociedade. Os resultados das ações são refletidas no desempenho operacional, onde tem aumentado significativamente o número de prisões em flagrante, delito e de foragidos capturados”, destaca.

Dos policiais que integram o Pelotão, em torno de 60% possui graduação em nível superior e os outros estão cursando. “Eles conciliam o trabalho com a família e com a faculdade, porque o nosso pelotão não cumpre uma rotina pré definida, sendo empregado de acordo com a demanda operacional e as necessidades da segurança pública”, salienta.