Polícia desbarata duas quadrilhas

0
103

Grupos eram responsáveis por furtos e roubos na região Noroeste do Estado

Iniciada em 4 de setembro, a Operação 157, culminou com a prisão de 12 pessoas e a apreensão de um adolescente na madrugada de ontem (14) na região Noroeste do Estado. Eram 4h da sexta-feira quando aproximadamente 150 policiais da 13ª região policial, com apoio das regiões de Santa Rosa, Ijuí e São Luiz Gonzaga, utilizando 40 viaturas, deram início ao cumprimento de 12 mandados de prisão preventiva e 29 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça de Giruá.

A operação foi coordenada pelos delegados Rogério Junges e Josiane Froehlich, sob o comando do titular da 13ª Delegacia de Polícia Regional, delegado Fernando Sodré. O intuito da operação foi o desmantelamento de duas quadrilhas, uma relacionada a crimes de furtos e outra a crime de roubos.

“No início de agosto houve a reiterada prática de roubos, o que chamou a atenção e fez com que fosse criada a força tarefa para reunir, na 13ª regional de polícia, os elementos das investigações em curso nas diversas delegacias. Esses elementos apontaram na direção da autoria dos diversos crimes de furtos, não apenas ocorridos em Giruá e Santo Ângelo, mas sim em toda a região Noroeste, como Independência, Três de Maio, Santo Cristo, São Luiz Gonzaga e outros municípios”, disse a delegada Josiane.
Foram apreendidos uma grande quantidade de objetos proveniente de furtos e roubos, armas, drogas, munição e material para recarga de munição, além de um veículo Monza, um Vectra e uma motocicleta com chassi raspado. Foram presos nove homens, três mulheres e um adolescente foi apreendido por posse de entorpecentes.

Um dos responsáveis pela operação, comissário Carlos Reginaldo Conrado, destacou o apoio recebido pelo Pelotão de Operações Especiais (POE), da Brigada Militar (BM), sob o comando do tenente Joaquim Monteiro. “Destaca-se a contribuição do POE durante os trabalhos. Sempre que precisamos do auxílio do pelotão, para ocasiões de enfrentamento, o apoio nos foi dado”, frisou Conrado.
O delegado Fernando Sodré orienta as possíveis vítimas das quadrilhas para, a partir da segunda-feira (17), procurar a 13ª Delegacia de Polícia Regional para o possível reconhecimento dos materiais apreendidos.