Suspeita de assassinato cometido no Bairro Pilau se apresenta à polícia e assume autoria do crime

0
136

Mulher tem 33 anos e era companheira da vítima, José Nelci Meirelles

A mulher de 33 anos suspeita de ser a autora do homicídio contra José Nelci Meirelles, 47, seu companheiro, se apresentou à Polícia Civil na tarde de ontem (13), por volta das 15h, acompanhada de seu advogado. Ela prestou depoimento e foi liberada.

José Nelci foi morto na terça-feira (11), com dois tiros, na residência do casal, no Bairro Pilau. Segundo o delegado Rogério Junges, a mulher assumiu a autoria do homicídio. “A suspeita alegou que eles tiveram uma desavença, quase entraram em luta corporal e ela acabou efetuando dois disparos acidentais com o revólver dele”, diz.

No momento, o delegado não vai requisitar a prisão preventiva da suspeita. “Vamos aguardar os resultados dos laudos periciais. Ela não tem antecedentes criminais, havia um histórico de agressões contra ela, tem endereço fixo, não está sofrendo ameaças nem ameaçando ninguém. Então, não há base legal para pedir a prisão preventiva.”